15/02/2012 às 14h17min - Atualizada em 15/02/2012 às 14h17min

Valor nutritivo do leite

O leite é o alimento mais completo de que se pode dispor, devendo ser tomado pelas crianças, jovens e adultos, principalmente para crianças, pois é um dos grandes responsáveis pelo crescimento e saúde infanto-juvenil. É indispensável na alimentação diária, porque contém tudo o que faz bem à saúde. Pela sua composição não há alimento que se possa comparar. 

Para que se tenha boa saúde e crescimento normal é indispensável tomar leite todos os dias, nas seguintes quantidades: 

Crianças: 3 a 4 copos por dia 

Adultos : 2 a 3 copos por dia 

Mulher gestação/amamentando: 4 a 6 copos por dia 

O leite faz bem à saúde porque ajuda o crescimento; contribui para a formação dos ossos, músculos e dentes fortes e regula o sistema nervoso. Também aumenta a resistência às doenças infecciosas; desperta o apetite; facilita a digestão. 

Além disso, ele ajuda a pessoa a se conservar alegre e bem disposta para o trabalho, pois é uma rica fonte de energia e saúde para pessoas de toas as idades. E todos nós sabemos o quanto isso é importante para o nosso dia-a-dia. O leite, embora traga todos esses benefícios, poderá também causar muitos problemas se não tiver o necessário cuidado com ele durante a ordenha, no transporte e na sua conservação posterior. Isto inclui seu tratamento nas usinas de beneficiamento, nas fábricas, na estocagem, no comércio, balcões de supermercados, e na sua distribuição.

DEFINIÇÃO DO LEITE: Há diversas definições do leite, cada uma delas feita por um ou mais estudiosos do assunto e considerando o leite sob determinado ponto de vista. 

Para o nosso caso vamos considerar apenas uma definição, isto é, sob o ponto de vista higiênico: “Leite é o produto íntegro da ordenha total e sem interrupção, de uma fêmea leiteira sadia, bem alimentada, descansada, devendo ser ordenhado e acondicionado em condições higiênicas e sem conter colostro”.

COLOSTRO: O colostro é o leite produzido nos primeiros dias após o parto. Tem composição diferente do leite normal e não deve ser usado na alimentação humana, e nem no fabrico de produtos de laticínios, principalmente de queijos. No entanto, não pode deixar de ser dado aos bezerros recém-nascidos, pois sua composição especial protege a saúde do animal e é um bom laxativo. 

CARACTERÍSTICAS ORGANOLÉPTICAS: É o que se pode perceber pela visão, olfato e paladar. Com estes três sentidos, podemos observar o aspecto, a cor, o cheiro e o sabor do leite. O leite bom tem as seguintes características: líquido, homogêneo (bem misturado), limpo (não contém substâncias estranhas). Geralmente forma uma camada de gordura na superfície quando deixado em repouso. Cor branca, meio amarelada. Odor suave, levemente ácido, e lembra mais ou menos o animal que o produziu. Sabor levemente adocicado e agradável.

O leite de vaca, em condições normais, tem em média os seguintes componentes: Água - 87,25% e Extrato seco (ou sólidos) - 12,75%. O extrato seco total do leite é constituído dos seguintes elementos: Gordura - 3,80%, Proteínas - 3,50%, Lactose (açúcar) - 4,80% e Sais Minerais - 0,65%. A composição do leite pode variar de acordo com os seguintes fatores: raça, período de lactação, alimentação, saúde, período de cio, idade, características individuais, clima, espaço entre as ordenhas e estação do ano.




Autor: Pautilha Guimarães

Referências bibliográficas: 

Livro Queijos no Mundo
Autor: Luiza Carvalhaes de Albuquerque


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »