07/01/2008 às 16h52min - Atualizada em 07/01/2008 às 16h52min

Cooperativa mineira inicia venda de produtos lácteos para a China

Agência Sebrae de Notícias

Belo Horizonte/MG - A China pode se tornar um dos principais mercados para produtos lácteos brasileiros. Depois de participar de uma missão de empresários do agronegócio organizada pelo Sebrae, a Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais, que utiliza a marca Itambé, já prevê para fevereiro a primeira remessa de leite em pó para o país asiático.

"O produto será utilizado como matéria-prima para diversas indústrias alimentícias chinesas", explica o gerente de exportação da Itambé, André Massote.

Apesar de o país ser o quarto maior produtor mundial de leite, o consumo per capita ainda é baixo, apenas cinco litros por ano, enquanto no Brasil ele chega a 130 litros. "O preço na China não é alto e o consumo vem crescendo", conta Massote.

A Cooperativa já exporta para 65 países e a missão foi o primeiro contato com os chineses. "Ainda não temos previsões do que poderá significar, mas é um mercado grande e novo", constata o gerente de exportação da Itambé.

A Itambé participou, junto com outras oito empresas e cooperativas da missão empresarial que visitou a China entre 15 de outubro e 3 de novembro deste ano. Entre as produtoras de café estão a Cooperativa Regional dos Cafeicultores de São Sebastião do Paraíso (Cooparaíso) e a Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocaccer).

Do setor de carnes e sucos participam a Pif Paf/Tial e a Saudale; de laticínios, a Tirolêz, além da Cooperativa Nacional de Apicultura (Conap) e a Cooperativa Regional de Agricultura Familiar (Cooperafa).

As exportações dos agronegócios brasileiros para a China totalizaram US$3,80 bilhões em 2006, o que corresponde a um incremento de 22,2% em relação aos US$ 3,11 bilhões obtidos em 2005. Esse desempenho mostra-se superior ao das exportações totais brasileiras (+16,2%) em igual período, das vendas externas dos agronegócios (+12,3%) e das exportações totais para a China (+22,9%), de acordo com o Instituto de Economia Agrícola, a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Esxterior.

Serviço:

Assessoria de Imprensa do Sebrae em Minas Gerais - (31) 3371-9036
Itambé - (31) 3249-3783 - Eliza Caetano


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »