18/03/2021 às 11h36min - Atualizada em 18/03/2021 às 11h36min

Casu marzu: o queijo ‘mais perigoso’ do mundo

Esse tradicional queijo feito com leite de ovelha tem fama devido ao emprego de larvas vivas de mosca em sua maturação.

 

Rodeada por uma costa de 1.849Km de praias de areia branca e águas esmeraldas, a paisagem rapidamente surge formando penhascos e montanhas impermeáveis.

E é dentro dessas curvas ousadas que pastores produzem o casu marzu, um queijo infestado por larvas que, em 2009, foi declarado pelo Guinness World Records como o mais perigoso do mundo.

Moscas-do-queijo, as Piophila casei, depositam seus ovos nas rachaduras que se formam no queijo, geralmente o fiore sardo (ou pecorino sardo).

Então, um especialista em queijos parte o topo – que está quase intocado pelas larvas – para tirar uma colher da iguaria cremosa. Nesse ponto, as larvas no interior começam a se contorcer freneticamente.

&nbspCasu marzu: o queijo ‘mais perigoso’ do mundo

&nbspCasu marzu: o queijo ‘mais perigoso’ do mundo

As larvas sobre o queijo (banco de imagens)

Alguns residentes locais passam o queijo por uma centrífuga para fundir as larvas com o queijo. Já outros apreciam ao natural.

Alguns dizem que esse queijo é afrodisíaco. Outros afirmam que pode ser perigoso para a saúde humana, visto que as larvas poderiam sobreviver à mordida e criar miíase, mircroperfurações no intestino, mas até agora, nenhum caso foi ligado ao casu marzu.

Venda do queijo pode incorrer multa de €50.000

A venda do queijo é proibida, mas os sardos o consomem há séculos.

O Casu marzu é registrado como produto tradicional de Sardenha e, portanto, é localmente protegido.

Mesmo assim, ele é considerado ilegal pelo governo italiano desde 1962 devido a leis que proíbem o consumo de alimentos infectados por parasitas.

Aqueles que vendem o queijo podem enfrentar multas de até €50.000 ($60.000), mas o sardenhos riem quando perguntados sobre a proibição de seu amado queijo.

Fonte: CNN


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »