06/07/2014 às 14h45min - Atualizada em 06/07/2014 às 14h45min

Yakult do Brasil tem novo presidente

Yakult do Brasil

O administrador de empresas Eishin Shimada, de 64 anos, é o novo presidente da subsidiária brasileira da Yakult. O executivo assume com o compromisso e a determinação de manter a filial da multinacional japonesa na liderança do segmento de leite fermentado no País.

Eishin Shimada começou na Yakult Honsha – matriz da empresa sediada em Tóquio – em 1973, na área de Marketing, aos 22 anos de idade, logo que saiu da universidade. Nos 10 primeiros anos fez trabalho de campo – essa conduta é padrão na empresa para todos os empregados. "Com isso, pude acompanhar de perto as comerciantes autônomas que comercializam os nossos produtos – Yakult Ladies – e perceber a realidade de quem trabalha no campo, atendendo os clientes de porta em porta", afirma.

Após essa experiência, atuou por três anos nas áreas de Planejamento e Marketing; depois seguiu para a Yakult Filipinas, onde foi diretor de vendas por oito anos. Voltou ao Japão em meados de 1994 para atuar como gerente geral da planta da Yakult na região de Osaka e, em 2001, seguiu para a Yakult México, onde permaneceu por dois anos e meio. Em 2003 assumiu a Diretoria de Vendas no Brasil e, em 2010, a vice-presidência da Yakult do Brasil. Em abril foi eleito presidente para um mandato de dois anos (2014-2016).

LIDERANÇA

Segundo o presidente, para manter a empresa na liderança é fundamental reforçar, a cada dia, três responsabilidades fundamentais: estar sempre colaborando com a sociedade; estar sempre ampliando as oportunidades de postos de trabalho; e, por meio de boas negociações, manter a lucratividade e a consequente contribuição ao País. "Esses três pontos são o que qualquer empresa deve ter como obrigação e responsabilidade. Se faltar um deles a empresa não terá um retorno favorável dos clientes e consumidores", reforça.

CRESCIMENTO

Embora a economia brasileira neste ano não apresente um horizonte muito claro, a meta da Yakult é de manter um crescimento de 5% ao ano. No primeiro quadrimestre de 2014, entretanto, a empresa já atingiu um crescimento no volume de vendas de 10%, o que anima o novo presidente. "Esses números refletem a grande aceitação e confiança dos consumidores com nossos produtos", argumenta.

EMPREGOS DIRETOS E INDIRETOS

Atualmente, a Yakult do Brasil mantém 2,6 mil empregados e aproximadamente 5 mil comerciantes autônomas, que comercializam os produtos de porta em porta. "Mas queremos aumentar a geração de empregos e, quem sabe, chegar a 10 mil colaboradores em breve", ressalta o executivo Eishin Shimada. Segundo o executivo, a Yakult é a única empresa no Brasil a manter esse formato de venda porta a porta diária, com apoio e respaldo para as necessidades das comerciantes autônomas.

RESPONSABILIDADE

O novo presidente afirma, ainda, que a responsabilidade da Yakult é estar sempre crescendo da forma correta, cumprindo com todos os deveres, pagando todos os compromissos e, com isso, colaborando para o crescimento do Brasil. "Para isso, precisamos aumentar as vendas de forma saudável e coerente. Acreditamos que esse seja o nosso dever, significado e responsabilidade de estar no Brasil", enfatiza.

FILOSOFIA

Outro objetivo importante está presente na filosofia da Yakult, chamada de Shirotaísmo em referência ao fundador da empresa e criador do Leite Fermentado, o médico Minoru Shirota: &39;Nós contribuímos para uma vida saudável e alegre das pessoas do mundo inteiro, com base em pesquisas contínuas da Ciência da Vida&39;. "Esta frase é repetida a cada reunião com os nossos empregados, pois acreditamos que somente com todos focados no mesmo objetivo será possível continuar crescendo", avalia.

METAS

Para este ano, a meta do novo presidente é dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido pelos antecessores, com ainda mais ênfase às informações sobre o conteúdo científico e a qualidade dos produtos da Yakult. "Dentro das nossas possibilidades, tentaremos fazer com que essas informações cheguem de forma adequada até os nossos consumidores, para disseminar o conhecimento sobre uma vida mais saudável por meio da ingestão de alimentos saudáveis", acrescenta.

PRODUTOS

O executivo lembra que a fábrica de Lorena está sempre em contato com a Yakult Honsha e trabalha para fortalecer cada vez mais os Lactobacillus casei Shirota e para melhorar a qualidade dos produtos fabricados no Brasil. A unidade de Lorena está entre as maiores e mais modernas fábricas da Yakult no mundo e é a única a produzir toda a linha em uma única planta industrial. No País, a empresa possui linha de produtos composta de Leite Fermentado Yakult e Yakult 40, sobremesa láctea fermentada Sofyl (incluindo o Sofyl baunilha light, lançado em janeiro de 2014) – os três com os exclusivos probióticos Lactobacillus casei Shirota –, bebida à base de extrato de soja Tonyu, bebida láctea fermentada tratada termicamente Yodel, Suco de Maçã Yakult e alimentos adicionados de nutrientes essenciais Hiline F e Taffman-EX.

TRADIÇÃO

A Yakult foi fundada no Japão em 1935 e, atualmente, está presente em 31 países. A filial brasileira foi inaugurada em 1968 em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde manteve uma fábrica até 2013, quando transferiu toda a produção para o Complexo Industrial de Lorena, na região do Vale do Paraíba. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »