23/10/2013 às 14h33min - Atualizada em 23/10/2013 às 14h33min

Financiado primeiro resfriador por expansão através do Mais Leite de Qualidade

Seapa/RS

O Banco do Brasil, através do Programa Mais Leite de Qualidade, que incentiva o uso de resfriadores de expansão direta e de ordenhadeiras, contratou o primeiro financiamento.

O produtor rural João Marcelo Ritter, que reside na localidade de Campestre Alto no município de São Pedro da Serra, financiou um resfriador, no valor financiado de R$ 6.500,00. O equipamento, da marca Friomax, tem capacidade para 1500 litros de leite. Ritter possui, atualmente, uma produção/dia de 480 litros de leite, com o total de 21 vacas em lactação. A expectativa, segundo ele é que a produção aumente de 10 a 20%.

O produtor, que já tinha, acesso a resfriador por expansão direta, com capacidade de 800 litros, disse que o Programa Mais Leite de Qualidade proporcionou acesso fácil a adesão desse novo equipamento, que foi substituído pelo antigo para melhorias na produção. O contratado, formalizado agora, foi assinado com o Banco do Brasil durante a 36ª Expointer.

“Agradeço a Secretaria da Agricultura pelo empenho realizado para nós, produtores de leite, e agora a perspectiva é que cada vez melhore a produção”, destacou ele.

A forma de acesso fácil e rápido ao crédito também foi destacada por Ritter, já que os juros são bem acessíveis. Os juros para financiamento são de 2% ao ano, pelo Pronaf, com prazo de até 10 anos. E, além disso, o Estado paga a última parcela.

De acordo com o Gerente de Mercado do Agronegócio da Superintendência do Banco do Brasil, João Paulo Comerlato, a expectativa para financiamentos é positiva. “Estamos trabalhando forte em todas as agências do estado, com esclarecimentos do funcionamento do programa”, frisou Comerlato.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »