23/12/2014 às 18h02min - Atualizada em 23/12/2014 às 18h02min

Estudo de viabilidade técnica e econômica para implantação de uma indústria de lácteos na Bahia

1. RESUMO

 

Dada a crescente demanda por derivados do leite na região Sul da Bahia e indústria que supram essa necessidade, foi realizado um estudo de viabilidade técnica e econômica (EVTE) para a implantação de uma unidade fabril de beneficiamento de leite na região. O local foi escolhido baseado na oferta de leite e possibilidade de escoamento da produção. A fábrica teria capacidade de beneficiar 15.000 litros de leite por dia, com investimentos de R$ 2.329.359,00, 70% dos quais financiáveis. A taxa simples de retorno para o capital investido (R) é de 16%, a taxa de retorno sobre o patrimônio (RE) é de 266,60% e o Tempo de retorno de Capital (TRC) de 4,02 anos. 

Na análise de risco foram identificados os principais fatores que influenciam a viabilidade do empreendimento, sendo que a TIR apresentou distribuição normal, com valor médio igual a 16% e o ponto de nivelamento em 61,72%. Os indicadores demonstram que o empreendimento é atrativo, devido ao potencial leiteiro e consumidor da região, além de haver uma necessidade por produtos de boa qualidade.

 

Palavra-chave: viabilidade, análise financeira, análise de risco, leite.

 

2. INTRODUÇÃO

 

A implantação de uma indústria com tal finalidade depende de uma série de fatores, que interligados dizem muito a respeito de sua viabilidade: localização, impacto ambiental, oferta de matéria-prima e seu custo de produção. Fatores como: mercados consumidores, mão-de-obra especializada, infra-estrutura física, incentivos fiscais e demanda por capital de giro, influenciam na tomada de decisão e devem ser considerados e analisados rigorosamente.

 

Pupillo Indústria e Comércio Ltda. será localizada no município de Itabuna-Bahia, visando

 

diminuir a entrada de produtos lácteos industrializados de outros estados, principalmente das regiões Sul e Sudeste, que representam cerca de 90% do que é consumido na Bahia atualmente. Seu objetivo é beneficiar 30 mil litros de leite por dia, produção totalmente consumida na região onde pretende se instalar.

 

Será utilizada mão-de-obra regional, a fim de valorizar e potencializar os talentos locais, bem como, provocar impactos menores nos custos de deslocamento.

 

Um fator de grande relevância na escolha do local de implantação é a abundância de matéria prima na região, caracterizando-se como uma das maiores produtoras de leite da Bahia.

 

Paralelamente, o Governo do Estado, por meio de uma série de políticas públicas direcionadas ao desenvolvimento do agronegócio e das cadeias produtivas da pecuária de corte e leite baiana, vem estimulando a produção de leite na região. Esses estímulos visam elevar a oferta do produto, bem como, a qualidade dos produtos tornando-os mais competitivos dentro do mercado baiano e possivelmente nacional.

 

A criação da Pupillo Indústria e Comércio Ltda. será de fundamental importância para absorção deste excedente de leite e evitar, com isso, o aviltamento dos preços pagos aos produtores.

 

3. MATERIAS E MÉTODOS

 

Como informação preliminar foi considerado que maioria dos equipamentos de produção de laticínio em escala industrial fabricados atualmente, tem uma capacidade mínima de produção.

 

Neste caso, foi escolhido o tamanho mínimo existente limitado em 10.000 litros e máxima de 15.000 litros de leite.

 

Para o estudo foram caracterizados os produtos que irão compor a linha de produção de acordo com os custos de matérias-primas, mão-de-obra necessária à produção, logística, custos rodoviários, impostos e valor de mercado no atacado. Assim, 4 linhas de produtos irão compor o portifólio da empresa: iogurtes (coco, maracujá, ameixa, pêssego, morango, chocolate granulado, umbu, frutas tropicais e mel), queijos (mussarela, minas padrão, prato, provolone, requeijão cremoso, cottage, parmesão e reino), manteiga de primeira qualidade com sal e bebidas lácteas (morango, napolitano, chocolate, umbu e pêssego).

 

O conjunto desta e outras informações coletadas durante os vários estágios da preparação do projeto deve ser condensado de modo que permita aos investidores, concessores de empréstimo, e outras partes interessadas avaliarem a utilidade da alocação de recursos no referente projeto. As questões financeiras foram a chave de entrada para as análises de investimentos e, por esta razão, elas foram discutidas como: fluxo de caixa (onde são analisadas a taxa simples de retorno (R), tempo de recuperação de capital (TRC), valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR)), ponto de nivelamento e análise de sensibilidade do empreendimento.

 

A metodologia de fluxo de caixa, ponto de nivelamento, análise de sensibilidade do empreendimento utilizado neste trabalho está descrito no manual de Introdução e Preparação e Avaliação de Projetos Agroindustriais, elaborado pelo Ph.D Carlos Arthur B. da Silva, da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais.

 

4. RESULTADOS E DISCUSSÃO

 

Utilizando a metodologia descrita chegou-se a parâmetros que viabilizam o negócio de forma teórica, com resultados promissores ao empreendimento. A taxa simples de retorno para o capital investido(R) é de 16%, taxa de retorno sobre o patrimônio (RE) é de 266,60% o que nos coloca que haverá um alto faturamento sobre o que será investido, sendo o Tempo de Retorno de Capital (TRC) de 4,02 anos, sendo considerado razoável para o porte do empreendimento. 

Na análise de risco foram identificados os principais fatores que influenciam a viabilidade do empreendimento, sendo que TIR apresentou distribuição normal, com valor médio igual a 16% e o ponto de nivelamento em 61,72%, o que corresponde a um beneficiamento de aproximadamente 9260 litros de leite diários.

 

Observou um fato importante do ponto de nivelamento do laticínio, sob consideração na pesquisa alto devido a custos com energia elétrica, funcionários e transporte, que são aproximados com o da produção máxima. A análise de sensibilidade do empreendimento frente um aumento de 20% no preço da matéria prima e dos materiais secundários, permanecendo o preço dos produtos inalterados.

 

5. CONCLUSÃO

 

Com base nos indicadores, conclui-se que o empreendimento é economicamente viável, uma vez que a análise financeira de negócio, capacidade produtiva leiteira e demanda latente por produtos de qualidade na região se mostraram positivas para a implantação da indústria. 

Pode-se destacar a responsabilidade deste projeto com a sociedade local, uma vez que tanto a mão-de-obra quanto à especialização desta se dará na própria empresa, melhorando a renda média dos trabalhadores locais de maneira responsável e, permitindo a auto-sustentação do negócio no longo prazo.

 

6. SUMMARY

 

The increasing demand for milk products in the South region of Bahia and for industries that supply this necessity evidenced the need for a technical and economic study of feasibility (EVTE) for the implementation of a milk manufacturer in the region. The place was chosen based on the offers of milk and the possibility of delivering the production. The plant would be able to manufacture 15.000 liters of milk per day, with investments of R$ 2,329,359.00, which 70% is financed. The simple tax of return for the invested capital (R) is 16%, the return tax on the patrimony (RE) is 266,60% and the Time of Capital Return (TRC) is 4,02 years. In the risk analysis the main factors had been identified that influence the viability of the enterprise, TIR presented normal distribution, with an average value of 16% and the leveling point of 61,72%. The pointers demonstrate that the enterprise is attractive, had to the milk and consuming potential of the region, besides having a necessity for products of good quality.

 

Word-keys: feasibility, financial analysis, risk analysis, milk.




Autor: Carlos Alberto Gois Suzart, Adriano Alves de Rezende e Mauren Miyaji

Referências bibliográficas: 

SILVA, C. A. B.; Uma Introdução à preparação e Avaliação de Projetos Agroindústrias, Parte I:
Preparação de Projeto, Editora UFV, 2001.
SILVA, C. A. B.; Uma Introdução à preparação e 
Carlos Alberto Gois Suzart 2
Adriano Alves de Rezende 3
Mauren Miyaji 4

Financiado por Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e Pupillo Indústria e Comércio Ltda.
2 Discente do curso de Engenharia de Alimentos da UESB. E-mail: carlos_suzart@yahoo.com.br
3 Professor do departamento de Administração da Faculdade de Tecnologia e Ciências de Vitória da Conquista – BA.
4 Professora do Departamento de Tecnologia Rural e Animal da UESB - BA

Avaliação de Projetos Agroindústrias, Parte II:
Análise Financeira, Editora UFV, 2001.
AUSTIN, J.; Agroindustrial Project Analysis: Critical Design Factors. Jonh Hopkins, Baltmore,
1992.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »