30/07/2014 às 13h39min - Atualizada em 30/07/2014 às 13h39min

Análise do desenvolvimento do rebanho ovino e caprino no Brasil em 2010

O FarmPoint fez uma análise dos dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a Pesquisa de Produção da Pecuária Municipal de 2010 (PPM 2010). O efetivo de ovinos em 2010 foi de 17,3 milhões de cabeças, crescimento de 3,4% frente as 16,8 milhões de cabeças de 2009 e o efetivo de caprinos foi de 9,3 milhões de cabeças, crescimento de 1,6% comparado as 9,16 milhões de cabeças de 2009.

Ovinos

O efetivo de ovinos em 2010 foi de 17,3 milhões de cabeças, crescimento de 3,4% frente as 16,8 milhões de cabeças de 2009. Em 2009, a região Nordeste deteve o maior número de cabeças ovinas, totalizando 9,85 milhões de cabeças, crescimento de 3,04% frente a 2009. A região Sul apresentou o segundo maior rebanho, 4,88 milhões de cabeças, crescimento de 1,64% comparado a 2009. A região Centro-Oeste apresentou o terceiro maior rebanho, 1,26 milhões de cabeças, crescimento de 12,44%, seguido da região Sudeste, com 781.874 cabeças (crescimento de 2,61% frente a 2009) e da região Norte, 586.237 cabeças, aumento de 7,0%.

Regiões

Gráfico 1 - Participação percentual das regiões brasileiras no rebanho ovino.


Estados

Em 2010, o Rio Grande do Sul se manteve na liderança e totalizou 3,97 milhões de cabeças, crescimento de 0,83% frente a 2009. A Bahia manteve o segundo lugar no ranking, com um efetivo de 3,12 milhões de cabeças e crescimento de 3,21% frente a 2009. A terceira posição foi ocupada pelo Ceará, com 2,09 milhões de cabeças, crescimento de 1,34% comparado ao ano anterior. Pernambuco apresentou um crescimento de 9,1%, totalizando 1,62 milhões de cabeças e ocupando o quarto lugar. 

Gráfico 2 - Participação da produção efetiva dos 5 maiores estados produtores.





Destaque: região Centro-Oeste

Na região Centro-Oeste, 3 estados contribuíram com o crescimento do rebanho ovino. Nestes estados, algumas associações e órgãos do governo têm dado suporte aos produtores e compradores e em 2010, muitos eventos como feiras e exposições contribuíram com o desenvolvimento da atividade. Mato Grosso do Sul apresentou crescimento de 4,05%, Goiás de 7,89% e destaque para o Mato Grosso (crescimento de 24,13%). Já no Distrito Federal houve recuo de 2,78%.

Gráfico 3 - Variação do rebanho efetivo de ovinos de 2009 a 2010.



Tabela 1 - Os 20 municípios com maior rebanho de ovinos em 2010. 



Caprinos

O efetivo de caprinos foi de 9,31 milhões de cabeças, crescimento de 1,62% comparado as 9,16 milhões de cabeças de 2009. Em 2010, a região Nordeste deteve o maior número de cabeças caprinas, totalizando 8,45 milhões de cabeças, crescimento de 1,87% frente a 2009. A região Sul apresentou o segundo maior rebanho, 343.325 cabeças, crescimento de 2,27% comparado a 2009. A região Sudeste apresentou o terceiro maior rebanho, 233.407 cabeças, crescimento de 0,72% frente a 2009. Na região Norte e Centro-Oeste houve decréscimo no número de cabeças, de 7,82% e 2,10%, totalizando 164.047 e 113.427 cabeças, respectivamente. 

Região

A região Nordeste possui 90,83% do rebanho nacional, seguida da região Sul (3,69%), região Sudeste (2,51%), região Norte (1,76%) e região Centro-Oeste (1,22%).

Gráfico 4 - Participação percentual das regiões brasileiras no rebanho caprino.



Estados

Em 2010, a Bahia permaneceu na liderança e totalizou 2,84 milhões de cabeças, crescimento de 2,85% frente a 2009. Pernambuco manteve o segundo lugar no ranking, somando 1,73 milhões de cabeças, aumento de 5,89% comparado a 2009. A terceira posição é ocupada pelo Piauí, com 1,38 milhões de cabeças. O Ceará apresentou crescimento de 0,85% e a Paraíba decréscimo de 3,78%.

Gráfico 5 - Participação da produção efetiva dos 5 maiores estados produtores.


Região Sul: maior crescimento

O crescimento da região Sul foi de 2,27%. O estado que mais cresceu foi Santa Catarina, aumento de 7,22% e total de 58.332 cabeças. 

Tabela 2 - Variação do rebanho efetivo de caprinos de 2009 a 2010.
 

Tabela 3 - Os 20 municípios com maior rebanho de caprinos em 2010.
 



Em 2010, foram tosquiados no Brasil 3,90 milhões de ovinos, crescimento de 0,98% em relação ao número de 2009, resultando na produção de 11,64 mil toneladas, crescimento de 2,19% em relação a produção de 2009. A criação de ovinos para tosquia ocorre principalmente na região Sul, seguida do Centro-Oeste e Sudeste. Na região Sul são tosquiados 97,5% do total. 

Tabela 4 - Os 20 municípios com maior rebanho de ovinos tosquiados em 2010.
 

Conclusão

Podemos concluir que a região Nordeste continua imperando e em 2010 continuou detendo o maior rebanho de ovinos e caprinos do Brasil. De 2009 a 2010 houve um crescimento no efetivo do rebanho ovino e caprino na região (3,04% e 1,87% respectivamente). Alguns projetos como o Alagoas Mais Ovinos, vêm incentivando a produção ovina na região e contribuindo com o número de cabeças.

A região Centro-Oeste apresentou o maior crescimento de ovinos e o Estado que mais se destacou foi o Mato Grosso, crescimento de 24,13%. Já o maior crescimento do rebanho caprino foi observado na região Sul. Um dos motivos é a presença de cooperativas e associações que fomentam a atividade com consequente crescimento da mesma. A região Sul também foi destaque no número de animais tosquiados, com 97,5% do total. 




Autor: Raquel Maria Cury Rodrigues

Referências bibliográficas: 

Raquel Maria Cury Rodrigues, com dados do IBGE.
Raquel Maria Cury Rodrigues Piracicaba - São PauloZootecnista pela FMVZ/Unesp de Botucatu e Coordenadora do FarmPoint


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »