24/05/2012 às 07h49min - Atualizada em 24/05/2012 às 07h49min

O que são Alimentos Orgânicos

Para ser considerado orgânico, o produto tem que ser produzido em um ambiente de produção orgânica, onde se utiliza como base do processo produtivo os princípios agroecológicos que contemplam o uso responsável do solo, da água, do ar e dos demais recursos naturais, respeitando as relações sociais e culturais.

Na agricultura orgânica não é permitido o uso de substâncias que coloquem em risco a saúde humana e o meio ambiente. Não são utilizados fertilizantes sintéticos solúveis, agrotóxicos e transgênicos. O Brasil, em função de possuir diferentes tipos de solo e clima, uma biodiversidade incrível aliada a uma grande diversidade cultural, é sem dúvida um dos países com maior potencial para o crescimento da produção orgânica.

Com Produtos orgânicos você estará contribuindo:

Saúde

Para a redução de riscos à saúde dos trabalhadores rurais uma vez que na produção orgânica eles não estão expostos ao contato com insumos tóxicos; Para a redução dos riscos de contaminação por possíveis resíduos de agrotóxicos presentes nos alimentos; Para a melhoria da sua alimentação e de sua família uma vez que os alimentos orgânicos possuem maior riqueza nutricional;

Meio Ambiente

Para a conservação da biodiversidade uma vez que a agricultura orgânica busca tanto a valorização da diversidade de espécies nativas quanto das espécies cultivadas, considerando estratégicas não só as espécies como também os hábitos culturais associados a elas; Para a conservação dos solos que são considerados organismos vivos na agricultura orgânica e que são a base da viabilidade da produção de alimentos para as futuras gerações; Para garantir que possamos continuar a ter água em quantidade e qualidade que atenda as necessidades do homem e de todas as demais espécies que habitam o planeta; Para reduzir os riscos de contaminação do meio ambiente pelo uso de agroquímicos que são empregados na agricultura convencional;

Desenvolvimento Agrário

Para a melhor remuneração dos agricultores familiares que investem em produzir alimentos de qualidade, respeitando o meio ambiente e preocupados com a saúde dos consumidores; Para o fortalecimento de um modelo de agricultura extremamente favorável ao agricultor familiar por ter, na maior dependência de uso de mão de obra, uma forte contribuição na geração de emprego e renda para os diferentes membros das famílias rurais; Para incentivar que um número cada vez maior de pequenos agricultores passem a adotar práticas agroecológicas, reduzindo a sua dependência por recursos externos que tendem a levá-los ao endividamento, comprometendo a sua viabilidade econômica e sua segurança alimentar; 

Ciência e Tecnologia

Para incentivar que se expanda a utilização de tecnologias que contribuem para a inclusão social de um grande número de produtores que hoje estão marginalizados por não terem viabilidade produtiva competitiva nos sistemas convencionais de produção agropecuária; Para o desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro em tecnologias de base agroecológica, com menor dependência de recursos naturais não renováveis, que possa garantir a produção de alimentos para esta e para as futuras gerações;

Educação

Para o crescimento da consciência sobre a responsabilidade de cada um, como consumidor, com a sustentabilidade ambiental, ao privilegiar em suas compras produtos, que eles próprios e seus processos de produção, contribuam para a qualidade de vida no planeta; Para que as crianças aprendam desde cedo a importância do trabalho de produtores rurais que se preocupam em produzir alimentos de qualidade sem descuidar da preocupação com o meio ambiente e com o uso racional dos recursos naturais de forma que possam permitir que elas, seus filhos e netos, também tenham no futuro uma boa qualidade de vida;

Segurança Alimentar

Para que cada vez mais, um número maior de pessoas no mundo tenha acesso a produtos de alta qualidade nutricional, por estar incentivando a que mais produtores rurais adotem sistemas orgânicos de produção; Para a segurança alimentar de milhares de pequenos produtores rurais que tem, na adoção de princípios agroecológicos preconizados na agricultura orgânica, a viabilidade de produzir alimentos para consumo próprio e gerar excedentes que garantam a renda necessária para garantir a qualidade de vida, sua e de sua família; Para garantir a soberania alimentar de diferentes povos, uma vez que a agricultura orgânica estimula uma produção agropecuária que tem por princípio a redução da dependência de insumos externos que, por sua ausência, possam comprometer a segurança alimentar da população local; Para que cada vez mais produtores rurais adotem princípios agroecológicos valorizando espécies, raças e variedades, regionalmente mais adaptadas, e que contribuam para a conservação de hábitos alimentares tradicionais locais; 

Pequenas Empresas 

Para que milhares de pequenos empreendedores agreguem valor a seus produtos investindo na produção de alimentos que tenham alta qualidade nutricional agregada a utilização de processos produtivos que respeitam o meio ambiente; Para o fortalecimento de pequenas empresas que adotando os princípios da agricultura orgânica passaram a valorizar e cuidar mais da qualidade de vida de todos que participam das diferentes etapas do processo de produção; Para incentivar que mais empresários adotem os princípios de mercado justo, de forma que produtores, processadores, comerciantes e consumidores contribuam de forma equilibrada para a sustentabilidade de todo o processo produtivo; 

Prefira produtos orgânicos

Os produtos orgânicos, tanto de origem animal como vegetal, são mais saudáveis, têm mais sabor e podem estar bem perto de você. Ao consumir os orgânicos, você leva à mesa da sua casa produtos mais saborosos e com todas as vitaminas e minerais preservados. Tal resultado decorre do manejo diferenciado que é dado às plantas e aos animais. A inserção dos produtos orgânicos nos cardápios de restaurantes tem sido uma forma de valorizar os pratos e marcar uma posição de responsabilidade dos estabelecimentos por estimularem o desenvolvimento sustentável. 

Produtos orgânicos e meio ambiente

Uma das características fundamentais da produção orgânica é a preocupação com o meio ambiente. Os sistemas orgânicos de produção priorizam o uso responsável dos recursos naturais, contribuindo para o desenvolvimento sustentável. A agricultura orgânica busca diversificar e integrar a produção de espécies vegetais e animais com o objetivo de criar ecossistemas mais equilibrados.

Consumo responsável

Ao consumir produtos orgânicos, você contribui para o fortalecimento dessa grande rede de pessoas e instituições que trabalham em prol de uma melhor qualidade de vida para as gerações atuais e futuras. O consumidor responsável deve considerar e valorizar, no ato da compra, os produtos da estação, os regionais, aqueles que fortalecem os produtores locais e os que têm processo de produção e embalagens que agridem menos o meio ambiente.


Autor: http://www.prefiraorganicos.com.br/oquesao.aspx

Referências bibliográficas: 

Esplanada dos Ministérios, bloco D, 1º andar, sala 152B.
Telefones: (61) 3218-2413 (61) 3218-3277
E-mail: organicos@agricultura.gov.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »