30/07/2012 às 15h04min - Atualizada em 30/07/2012 às 15h04min

RICA NATA e CIÊNCIA DO LEITE no 29º Congresso Nacional de Laticínios

Marco Antonio Cruvinel de Lemos Couto

Desde o ano de 2008 que a Empresa Rica Nata e o Site Ciência do Leite vêm participando do Congresso Nacional de Laticínios e nos seus eventos paralelos como a EXPOMAQ - Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista, a EXPOLAC - Exposição de Produtos Lácteos, considerada uma importante vitrine para apresentação de produtos lácteos vindos de todas as partes do Brasil, além do Concurso Nacional de Produtos Lácteos. Ao longo dos anos estamos evoluindo dentro do mercado e o potencial de exposição. Este ano levamos duas grandes inovações para apresentarmos na EXPOMAQ e que foram de grande sucesso. 

INOVAÇÕES - A primeira inovação foi disponibilizar aos participantes do congresso a possibilidade de comprar diretamente na feira diversos insumos para suas indústrias. Fomos à única empresa que proporcionou este serviço durante o evento. Tivemos apoios de outras empresas, em especial a Injesul, que colocou a disposição o estoque de formas durante a feira. Outra novidade, e esta talvez tenha sido a grade inovação do evento, que foi o pré-lançamento do 1º fermento liofilizado totalmente brasileiro! Não somente o processo é nacional, mas também as bactérias que estão no pool de cepas endógenas do Queijo de Coalho. Cepas isoladas diretamente de leites e Queijos de Coalho, produzidos com leites do nordeste brasileiro. Este lançamento pode mudar o mercado de vendas e consumo de fermentos importados, a médio e longo prazo, uma vez que agora existe uma tendência de iniciarmos uma produção nacional de fermentos, não somente para Queijo de Coalho, mas também destinados a fabricação de queijos tipo Canastra, do Serro ou mesmo queijos como Mussarela, Minas Padrão, iogurtes e bebidas lácteas.

EVENTO – O evento já é tradicional no setor lácteo, pois já são 40 anos de exposição de máquinas, além de 29 congressos nacionais, sem contar os anos anteriores em que era chamado de Semana do Laticinista. Este evento é considerado referência para Indústria Latici­nista nas Américas. A Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista contou com a participação de 130 empresas do Brasil e do exterior que apresentaram as novidades ao merca­do em mais de 4 mil m² de exposição. O agronegócio do leite ocupa posição de destaque na economia brasileira , o Brasil produziu em 2010 mais de 30 milhões de litros de leite, atingindo naquele ano a sua maior produtividade. Nos últimos 10 anos, nossa produção cresceu mais de 50%, porém, ainda carece de maior crescimento e aumento de produtividade, uma vez que a demanda da nossa população é de mais de 40 milhões de litros/ano. Participam as maiores e mais influentes empresas do ramo de fornecimento de ingredientes, serviços e equipamentos, como expositores ou como visitantes durante o evento. A maioria das indústrias de laticínios também mandam seus representantes e assim, ele se torna o mais importante evento da indústria látea da América Latina. Segundo os organizadores do evento, atualmente os lácteos estão entre os seis produtos mais importantes da agropecuária brasileira, ficando emparelhados no ranking com rique­zas nacionais como o café e o arroz. Nesse contexto, vive-se um momento em que se faz necessária a realização de ações que visem apresentar no­vas tecnologias, originar negócios e parcerias interinstitucionais, poten­cializar o trabalho de pequenos, médios e grandes produtores laticinistas, além da ampliar e diversificar mercados já existentes; ações articuladas pela Expomaq há 4 décadas! Prova disso, foi a edição anterior, que ob­teve público de 14 mil pessoas e um aumento de 20% dos negócios reali­zados, contabilizando R$ 140 milhões. Assim, a Expomaq representa um valoroso cenário elaborado para atender a um variado público, represen­tado pelos diferentes elos da cadeia produtiva, vindo de diferentes partes do Brasil e do exterior. 

RESULTADO DO EVENTO - Este ano parece que houve uma diminuição no numero dos participantes, talvez causada pela crise mundial ou por causa da realização de um encontro de produtores rurais na Embrapa Gado de Leite, que ocorreu em paralelo. Para a Rica Nata este problema foi amenizado uma vez que inovamos, buscamos novas formas de apresentar nossos produtos, chamamos a atenção de novos clientes quando montamos um grande varejo no evento. Também lançamos um produto importantíssimo para a indústria de ingredientes e principalmente de laticínios, uma vez que este produto, além de ser utilizado por quase 100% das indústrias de lácteos, temos que importa-lo. O fermento lácteo liofilizado para Queijo de Coalho teve grande repercussão durante o evento, com grande aceitação e foi quando percebemos o quanto é importante um fermento, especialmente para o Queijo de Coalho produzido industrialmente. Tivemos também a confirmação de que o Brasil já está preparado e ansioso para ter o seu próprio fermento, reforçando as características do queijo brasileiro. Foi neste ambiente, propício a inovações e lançamentos de novos produtos, que participamos da 40ª Expomaq e do 29º Congresso Nacional de Laticínios, que é considerado, com toda certeza, o maior evento de transferência e difusão de tecnologias da América Latina para a indústria láctea. 

Marco Antonio Cruvinel de Lemos Couto
Diretor administrativo da Rica Nata Ind. e Com. Ltda.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »