20/05/2012 às 14h48min - Atualizada em 20/05/2012 às 14h48min

29º Congresso Nacional de Laticínios

www.cnlepamig.com.br


O Instituto de Laticínios Cândido Tostes lança o 29° Congresso Nacional de Laticínios, a ser realizado entre 16 e 19 de julho de 2012, em Juiz de Fora/MG. Tradicionalmente, este evento tem discutido temas relacionados a ciência, tecnologia e nutrição em Leite e Derivados, à dinâmica do ambiente econômico e tecnológico, à exportação de lácteos e à necessidade das empresas na melhoria constante de seus produtos e processos. 

Tema:” Qualidade e competitividade: desafios para o fortalecimento da cadeia produtiva de lácteos e inserção internacional.” 

Histórico: A Semana do Laticinista, realizada pela primeira vez em 10 de julho de 1950, originou o Congresso Nacional de Laticínios, cuja primeira edição aconteceu em julho de 1972. O evento, idealizado por um grupo de técnicos e professores do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, conquistou reconhecimento junto à comunidade científica e atualmente é considerado marco na história do agronegócio do leite no Brasil - segmento Indústria. É o único fórum destinado exclusivamente às discussões e às ações pertinentes e inerentes à indústria de laticínios brasileira, bem como uma oportunidade de reciclagem do conhecimento para técnicos em leite e derivados. Em 10 de julho de 1950, o idealizador e fundador da Semana do Laticinista, Sebastião Senna Ferreira de Andrade, destacou no discurso de abertura: “é dever patriótico promover uma reunião entre profissionais com o mesmo ideal e para um mesmo fim, para estabelecer as bases amistosas de união de esforços dispersos em benefício do progresso da indústria de laticínios do país”.

O 1º Congresso Nacional de Laticínios 
Já em 10 de julho de 1972, a então Semana do Laticinista - o maior acontecimento nacional do segmento, já na 23ª edição – teve sua transcendência enriquecida pela realização simultânea com o 1º Congresso Nacional de Laticínios. A grande importância que a indústria laticinista ocupava no contexto nacional à época exigia uma reformulação geral dos ideais anteriores, além de um alargamento de relações industriais. Atualmente, em sua 29ª edição, o Congresso Nacional de Laticínios vêm prestando valiosas contribuições técnico-científicas para a cadeia agroindustrial do leite, por meio de cursos, palestras, mesas-redondas e painéis, cujos temas têm sido de grande interesse e aplicabilidade para os profissionais e estudantes que freqüentam os eventos. O advento da internacionalização da economia e do conhecimento, fortalecido na década de 1990, provocou a reformulação do Congresso Nacional de Laticínios, adequando-se à filosofia do novo cenário político, econômico e social que se delineava. Neste contexto, o espírito de cooperação técnico-científica, do debate de idéias e da busca de soluções que atendam às exigências crescentes dos consumidores dos países envolvidos vem sendo incrementado a cada edição do evento. A idéia é levar aos participantes uma visão estratégica do futuro, em que predominará a competitividade empresarial. Assim, os mais recentes trabalhos técnicos científicos, o que há de mais moderno em máquinas, equipamentos, embalagens e ingredientes para a indústria de laticínios estarão sempre presentes no Congresso. 

Para mais informações, fale com a Comissão Científica: Tel.: (32) 3225-3596 / comissaocientifica@epamig.br

40ª EXPOMAQ

Comemore com a EPAMIG – Instituto de Laticínios Cândido Tostes os 40 anos da Expomaq, evento considerado referência para Indústria Latici­nista nas Américas. A Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista conta tradicionalmente com 130 empresas do Brasil e do exterior que apresentam as novidades ao merca­do em mais de 4 mil m² de exposição. A feira é um dos eventos que inte­gram o Congresso Nacional de Laticínios, e ocorrerá entre os dias 16 e 19 de julho de 2012, em Juiz de Fora - MG, no Expominas. O agronegócio do leite ocupa posição de destaque na economia brasileira , o Brasil produziu em 2010 mais de 30 milhões de litros de leite, atingindo naquele ano a sua maior produtividade. Nos últimos 10 anos, nossa produção cresceu mais de 50%, porém, ainda carece de maior crescimento e aumento de produtividade, uma vez que a demanda da nossa população é de mais de 40 milhões de litros/ano. 

39ª EXPOLAC

Atualmente os lácteos estão entre os seis produtos mais importantes da agropecuária brasileira, ficando emparelhados no ranking com rique­zas nacionais como o café e o arroz. Nesse contexto, vive-se um momento em que se faz necessária a realização de ações que visem apresentar no­vas tecnologias, originar negócios e parcerias interinstitucionais, poten­cializar o trabalho de pequenos, médios e grandes produtores laticinistas, além da ampliar e diversificar mercados já existentes; ações articuladas pela Expomaq há 4 décadas! Prova disso, foi a edição anterior, que ob­teve público de 14 mil pessoas e um aumento de 20% dos negócios reali­zados, contabilizando R$ 140 milhões. Assim, a Expomaq representa um valoroso cenário elaborado para atender a um variado público, represen­tado pelos diferentes elos da cadeia produtiva, vindo de diferentes partes do Brasil e do exterior. Considerada uma importante vitrine para apresentação de produtos lácteos vindos de todas as partes do Brasil, a Exposição de Produtos Lácteos (Expolac) é um dos eventos que ocorre simultaneamente ao Congresso Nacional de Laticínios. O objetivo é mostrar a crescente evolução do setor laticinista, oferecendo um espaço nobre, que permite livre acesso aos visitantes da feira. Democrática, a Expolac reúne laticínios de todo o país, independentemente do tamanho da empresa, das tecnologias aplicadas ou dos derivados fabricados. Todo ano, cerca de 10 mil visitantes percorrem o estande da Expolac em busca de novidades no setor de alimentos derivados do leite. O espaço promove degustação dos produtos expostos, de maneira a divulgar a qualidade das empresas que participam do evento. A exposição é ainda uma ótima oportunidade para que representantes comerciais busquem novas marcas e produtos lácteos com os quais têm interesse em trabalhar. A cada ano, cerca de 80 empresas de todo o país utilizam a Expolac para lançar novos produtos e apresentá-los ao público, o que significa expor mais de 900 tipos de produtos diferenciados.

39º Concurso Nacional de Produtos Lácteos

Indústrias de todo país participam do Concurso Nacional de Produtos Lácteos. Uma disputa, dividida em dez categorias: Queijo Prato, Queijo Gouda, Queijo Provolone Curado (Defumado), Queijo Parmesão, Queijo Reino, Requeijão Cremoso, Doce de Leite Pastoso, Queijo Tipo Gorgonzola, Queijo Minas Padrão e Destaque Especial (qualquer produto lácteo - queijos, doce de leite, iogurte, bebida láctea, manteiga, etc - que tenha pelo menos uma característica inovadora ou que se destaque). Os produtos são avaliados por um grupo de juízes experientes, vindos de universidades, serviços de inspeção federal, estadual e municipal, além de técnicos das indústrias. Os critérios avaliados são aspecto global, cor, textura, odor, aroma, sabor e consistência. Para garantir sigilo no julgamento, as amostras de todos os produtos são apresentadas aos juízes com identificação feita apenas por um código de três dígitos aleatórios, de conhecimento somente do coordenador do Concurso.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »