03/06/2021 às 10h23min - Atualizada em 03/06/2021 às 10h23min

Gerar Leite apresenta dados de 2020, destaca Zoetis

Em 25 e 26 de maio, a Zoetis promoveu um encontro on-line que reuniu técnicos, especialistas, pesquisadores e produtores, com o objetivo de divulgar os últimos dados do Gerar Leite. Foram 203.400 mil dados coletados em 2020 sobre Iatf (inseminação artificial em tempo fixo) e Tetf (transferência de embriões em tempo fixo), em 400 fazendas de todo o Brasil. No último ano, houve melhoria nos resultados de prenhez, em torno de 10%.

"Mesmo distantes fisicamente, estamos aqui no estúdio, trazendo informação da melhor forma possível para todos vocês pois o leite não para", disse o médico-veterinário e Gerente de Produto da Zoetis Rafael Moreira, que abriu o primeiro dia do encontro, ressaltando a importância desse setor para o desenvolvimento do País. "É isso mesmo. Este é o nosso objetivo hoje e amanhã: levar para os técnicos cada vez mais dados e informações de qualidade, promovendo uma rica discussão", complementou o médico-veterinário José Luiz Moraes Vasconcelos, professor da Unesp/Botucatu (SP) e mentor do grupo.

Com técnicos nas principais bacias leiteiras do Brasil, o grupo vem se fortalecendo ao longo dos anos como uma importante ferramenta para análise de dados e tomada de decisões, e de relacionamento com os técnicos e produtores.

Além da discussão dos dados analisados, as reuniões servem para que técnicos e pesquisadores identifiquem oportunidades para os produtores, recomendem caminhos e/ou melhorias nas fazendas e discutam fatores relacionados à produtividade das vacas.

Na edição deste ano, foram debatidos temas como doenças inflamatórias pós-parto e fertilidade, impacto da genética para saúde e fertilidade, mastite contagiosa e fatores associados à expressão do estro, além de como o trabalho do Gerar se refletiu no dia a dia da fazenda.

Mostrando a evolução dos números para Iatf e IA (inseminação artificial), o professor apontou que houve melhora em ambas as técnicas. "Em praticamente 5 anos, melhoramos 4 a 5 pontos percentuais na IA e na Iatf, que representaram cerca de 10% a 15% nos níveis de fertilidade dos parceiros Gerar. Estamos no caminho certo e melhorando a produção de leite nas fazendas&39;&39;, disse José Luiz Moraes Vasconcelos. Quando os animais são analisados por categoria, os dados apontam que a evolução em vacas multíparas não aconteceu na mesma proporção das primíparas.

De acordo com o especialista Dr. José Eduardo Portela Santos, da Universidade da Flórida, isso pode estar relacionado a processos inflamatórios sofridos por animais logo após o parto. "É nesse período que há mudança drástica de aporte nutricional da vaca para suprir a necessidade da glândula mamária; é quando também há perda de peso", explica. "Geralmente, problemas como metrite, endometrite clínica e subclínica surgem duas semanas após o parto. Já a mastite pode acontecer durante todo o período de lactação", completa.

Segundo Portela, animais com doenças inflamatórias têm menor fertilização e perdem em qualidade embrionária. "A longo prazo, isso impactará todo o sistema reprodutivo e produtivo da fazenda." O especialista também explanou sobre o controle de mastite contagiosa, abordando transmissão, controle e prevenção, além de medidas sanitárias que o criador deve seguir para ter um rebanho saudável e leite de qualidade. Portela também alertou que "o processo produtivo de leite com a finalidade de conhecer os agentes causadores de mastite ainda é subutilizado no Brasil e isso tem de mudar. Manejo ruim se sobressai a todo programa de controle, o produtor precisa comprar essa ideia e implementá-la".

Já o professor Ronaldo Cerri, da Universidade de Columbia, no Canadá, outro especialista convidado para essa edição, falou sobre seleção genômica, saúde e reprodução. "Saúde e reprodução têm baixa herdabilidade, mas a seleção genômica é uma ferramenta importante e que se aprimora constantemente", comentou. Apesar da herdabilidade baixa, avanços significativos têm sido observados na melhoria de parâmetros reprodutivos. Cerri também citou a importância de as vacas apresentarem estro aos protocolos e o impacto da expressão do estro no aumento da prenhez e na diminuição das perdas de gestação.


GERAR LEITE

Criado pela Zoetis em 2014, é um programa de relacionamento contínuo que promove reuniões para discutir dados reprodutivos de rebanhos leiteiros. Desde o início, tem se apresentado como uma importante possibilidade de integração e troca de conhecimentos entre os técnicos integrantes do grupo e formadores de opinião desse setor.

Sobre a Zoetis
Como empresa líder mundial em saúde animal, a Zoetis é movida por um propósito singular: fortalecer o mundo e a humanidade por meio da promoção do cuidado com os animais. Depois de quase 70 anos trazendo inovações na maneira de prever, prevenir, detectar e tratar doenças em animais, a Zoetis continua a apoiar aqueles que criam e cuidam de animais em todo o mundo - de pecuaristas a veterinários e tutores de animais de estimação. Todo o seu portfólio de medicamentos, vacinas, diagnósticos e tecnologias terapêuticas, e aproximadamente 11.300 funcionários fazem a diferença em mais de 100 países. 


Fonte: Zoetis
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »