01/06/2011 às 09h02min - Atualizada em 01/06/2011 às 09h02min

Controle da produção de leite traz benefícios para produtores e cooperativas

Pensando na relação existente entre cooperativas e produtores de leites e aproveitando as oportunidades geradas pelo avanço tecnológico, o módulo de leite, desenvolvido pela Datacoper Software, vem para agilizar e possibilitar um controle mais transparente a esses profissionais.

“O módulo foi desenvolvido a partir das necessidades de clientes que atuam nesta área de negócio. Por meio dessa ferramenta é possível quantificar, qualificar e precificar a produção de leite recolhida junto aos produtores, além de possibilitar a concessão de incentivos de qualidade”, argumenta o gerente da fábrica de software da Datacoper, Paulo Antiquera.

A Cooperalfa já utiliza esse módulo e relata a experiência: “Migramos para uma plataforma mais moderna e mais organizada, com aumento de velocidade nos procedimentos. Tivemos a oportunidade de rever os processos de negócio da atividade e estabelecer novos controles, como, por exemplo, a apuração do fechamento mensal da produção recebida, com regras bem definidas”, relata o coordenador de projetos de TI, Fabio Junior Bocassanta. 

O módulo proporciona uma série de funcionalidades, entre elas está a Análise de Qualidade, que, como o próprio nome já anuncia, permite medir a qualidade e, consecutivamente, precificar o leite recolhido. Assim, já que a presença de água ou de medicamento diminuem a qualidade, o valor repassado será menor; ou quanto maior a quantidade de gordura, melhor o produtor é remunerado. Essa especificação garante que tanto produtor como cooperativa saibam o exato valor do leite coletado, praticando valores mais justos.

Para saber como anda a qualidade da sua produção de leite, o produtor recebe, a cada romaneio, a análise com descrições diárias que especificam fatores de qualidade. “Por meio da análise detalhada, o produtor pode melhorar a qualidade do leite, podendo, consequentemente, ganhar mais. É um incentivo à qualidade”, complementa Paulo. Essas especificações de análise garantem clareza na informação, como afirma o coordenador de projetos de TI da Cooparalfa. “A mudança foi transparente ao produtor e a nossa preocupação imediata é com a integridade das informações repassadas aos mesmos”.

Mesmo após a emissão da nota fiscal, ainda há a possibilidade de o produtor pedir uma segunda avaliação da sua produção, na qual a cooperativa poderá efetuar os ajustes de pagamento e emitir uma nova nota ou uma nota complemento, se assim for necessário.

O desejo de quem utiliza o sistema é que ele fique cada vez melhor. “Queremos automatizar ainda mais os controles, como por exemplo, informatizar a coleta da produção de leite com PDA, que hoje é feita manualmente pelo transportador e posteriormente é digitado as informações para dentro do sistema. Também queremos deixar as informações cada vez mais claras para o produtor, com possibilidades de consultas através da internet”, projeta Fabio. 

Datacoper

Empresa que há 20 anos atua diretamente no Agronegócio, tendo o foco principal em Cooperativas Agropecuárias, Cerealistas, Laticínios, Agroindústrias e Revendas de Insumos Agrícolas, segmento em que se consolidou como líder de mercado no fornecimento de ERP – Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. A VISTRA Tecnologia é uma empresa do Grupo Datacoper Software, criada para potencializar negócios no mercado de BI.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »