28/05/2011 às 08h49min - Atualizada em 28/05/2011 às 08h49min

Vacinação contra aftosa encerra terça-feira no Estado do Mato Grosso

Gazeta MT

Pecuaristas de 97 mil propriedades rurais de Mato Grosso têm até o dia 31 de maio para imunizar 13 milhões de bovinos e bubalinos com idade entre zero e 24 meses em todo o Estado. A etapa de maio da campanha contra a febre aftosa começou no dia 1º e é obrigatória. O produtor deve comunicar em um dos postos do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT), que vacinou seu gado até o dia 10 de junho. 

O produtor que não vacinar seu plantel vai sofre diversas penalidades. Além da multa de 2,25 UPF, por cabeça, o que corresponde a cerca de R$ 80 para cada animal não imunizado, o pecuarista também não vai poder movimentar o seu gado e a vacinação dos animais será feita com a presença de técnicos do Indea. “O produtor é o grande protagonista no que diz respeito a prevenção contra a febre aftosa em Mato Grosso e se estamos sem nenhum foco da doença nesses últimos 15 anos, é porque ele cumpre com suas obrigações”, disse o superintendente da Acrimat, Luciano Vacari. Ele acredita que o resultado da vacinação espontânea de maio “vai atingir quase 100%, como nos anos anteriores”. 

Os produtores vão gastar R$ 19,4 milhões para vacinar 13 milhões de cabeças dessa etapa. O preço médio da dose da vacina este ano é R$ 1,49, segundo levantamento solicitado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso - Acrimat - ao Imea - Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária. A vacina teve um aumento no preço de 33%, se comparado com abril de 2010 onde o preço médio da dose era de R$ 1,12. Nos últimos dois anos o reajuste nos preços da vacina contra febre aftosa foi de 21,1%. Pela dose em abril de 2009 o pecuarista pagava R$ 1,23. Em fevereiro desde ano a dose custava R$ 1,25 e em apenas dois meses o acréscimo foi de 2,8%. 

Desde 2009, apenas a região da fronteira de Mato Grosso com a Bolívia continua com três etapas de vacinação contra a febre aftosa para animais de até 12 meses. Nas demais regiões são duas etapas, sendo uma em maio para animais de 0 a 24 meses e outra em novembro para animais de todas as faixas etárias.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »