15/05/2011 às 08h40min - Atualizada em 15/05/2011 às 08h40min

ExpoZebu 2011 movimenta quase R$ 100 milhões

A ExpoZebu 2011 terminou na terça-feira (10) com faturamento de quase R$100 milhões. Com um público total de 287.692 pessoas, a feira aconteceu de 28 de abril a 10 de maio no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG). 

Os 44 leilões comercializaram 1.491 lotes, atingindo R$53.131.973,00 em vendas. A média por lote foi de R$35.635,00. O animal mais caro desta edição da ExpoZebu é Izabella FIV Fort VR. A fêmea nelore teve 66,66% de sua posse vendida por R$1.520.000,00. Além dos leilões, sete shoppings negociaram animais de várias raças durante a ExpoZebu. 

As negociações feitas pelas empresas expositoras giraram em torno de R$ 40 milhões. Cento e quarenta empresas de diversos setores participaram do evento. No segmento de troncos e balanças, as vendas ficaram acima da expectativa. 

Segundo o superintendente nacional de vendas da Balança Açôres Ronaldo Paulena, a empresa vendeu três vezes mais que em 2010. A Valfran também registrou bons negócios. "O fato da pecuária de corte estar em um momento melhor este ano influenciou positivamente nas vendas. 

As negociações durante a ExpoZebu foram boas, mas a nossa expectativa é de fechar novas vendas no pós-feira, a partir dos contatos realizados durante o evento", explica Vânio José Ferreira, representante da Valfran no Triângulo Mineiro. Outra empresa do segmento que registrou alta nas negociações foi a Troncos Romancini, que há mais de 20 anos participa da ExpoZebu. Segundo o supervisor de vendas da empresa Antônio Dias Martins, este ano as vendas cresceram em torno de 10%.

As centrais de inseminação também registraram elevação nas vendas de doses de sêmen. Na ABS Pecplan, houve crescimento de 20% nas vendas em relação a 2010. "A central recebeu um número grande de visitas durante a ExpoZebu, inclusive no domingo de Dia das Mães", afirma o diretor da empresa Márcio Nery. 

Como a ExpoZebu 2011 teve lançamento de sumários de touros da raças gir leiteiro e guzerá, as centrais acreditam que isso ajudará a elevar as vendas pós-feira. "Vários touros que lideram os sumários fazem parte da bateria da Alta, por isso, esperamos que a procura pela genética desses animais cresça a partir de agora", diz Everardo Carvalho, diretor da Alta Genetics.

Para a Central Bela Vista, as negociações durante o evento ficaram dentro da expectativa. "Tivemos a contratação de diversos touros durante a feira", diz o gerente de operações da empresa Antônio Esteves Avedo. Comitivas estrangeiras de diversos países visitaram as centrais e criatórios da região. Este ano, a ExpoZebu recebeu 347 visitantes internacionais de 28 países. 

Julgamentos
As competições na pista de julgamento e no concurso leiteiro foram disputadas por 2.700 animais das raças brahman, indubrasil, gir leiteiro, gir, guzerá, nelore, tabapuã e sindi. Os resultados de todos os campeonatos estão disponíveis no site www.expozebu.com.br. 

Os 800 tratadores que trabalharam na feira receberam este ano, além do kit de produtos de higiene pessoal, uma cartilha com informações sobre práticas sustentáveis.

No concurso leiteiro, houve quebra de recorde. Na raça gir leiteiro PO, a grande campeã Quimbanda Cal, de propriedade de Gabriel Donato de Andrade, produziu 149,03 kg/leite, superando em quase 8 quilos de leite os números do ano passado. 

Sustentabilidade
As ações educativas realizadas com os tratadores tiveram resultado positivo na economia de água e na reciclagem de resíduos. O consumo de água por animal cai de 26 litros em 2009 para 13 litros em 2011. A quantidade de óleo de fritura recolhida foi de 500 litros, volume utilizado para fabricar biodiesel durante a ExpoZebu. O biocombustível abasteceu caminhões utilizados na feira.

As entidades que trabalham com a reciclagem de resíduos, entre elas Cáritas, Recipetri e Coperu, coletaram por dia 520 quilos. Quase 200 coletores (bag, lixeiras e tambores) de resíduos foram colocados no Parque. Parte dos resíduos de esterco e palha de arroz foram coletados por uma empresa e serão usados em uma pesquisa sobre reaprovietamento desse material como fonte de geração de energia em caldeiras industriais. 

O Projeto de Sustentabilidade da ExpoZebu contou com a participação de mais 180 universitários do Instituto Federal do Triângulo Mineiro, Fazu, Factus e Universidade de Uberaba. Outras entidades que participaram do projeto foram: Emater-MG, Epamig, projeto Beira da estrada, Amur, Usina Caeté, Polícia Florestal, Solar Shopping, Planeta Biodiesel, Escoteiros de Uberaba, Prefeitura de Uberaba, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo e Coca-cola.

Debates e eventos culturais -Com o tema "Qualidade e Tecnologia", a ExpoZebu contou ainda com uma série de palestras, reuniões e projetos educativos, entre eles: reunião da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, Simpósio Pecuária Sustentável, reunião do Fonesa (Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária), encontro do Núcleo dos Sindicatos dos Produtores Rurais do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas. Na parte cultural, houve lançamento da Sala Virtual, da mostra do Museu do Zebu sobre o centenário da primeira exposição oficial de gado zebu e o projeto Zebu na Escola.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »