01/05/2011 às 07h40min - Atualizada em 01/05/2011 às 07h40min

China: Nestlé compra 60% do Yinlu Foods Group

Revista Leite Integral

A Nestlé, maior empresa alimentícia do mundo, acertou a compra de uma participação de 60% no Yinlu Foods Group, da China, transação que deverá elevar suas vendas no país asiático em cerca de 25%. 

A multinacional não revelou o valor da aquisição, estimada em cerca de 1 bilhão de francos suíços (US$ 1,1 bilhão) por Andreas Von Arx, analista da Helvea. O presidente do conselho de administração do Yinlu, Chen Qingyuan, continuará no comando, segundo informou a empresa suíça, em comunicado divulgado ontem.

O negócio encaixa-se na estratégia de expansão da Nestlé nos países emergentes, onde a empresa vem obtendo a maior parte de seu crescimento. A fabricante anunciou na sexta-feira aumento de 6,4% na receita orgânica do primeiro trimestre, impulsionada por crescimento de 12% nos países em desenvolvimento.

"Com uma linha de produtos complementares em um mercado onde a Nestlé precisa fortalecer seu posicionamento, isso parece ser um encaixe perfeito”, escreveu Von Arx, da Helvea, sobre o Yinlu. O analista, que classifica as ações com recomendação de "acumular”, disse que a compra é "facilmente financiável, tendo em vista o forte balanço patrimonial da Nestlé”.

A empresa suíça recebeu mais de US$ 28 bilhões em 2010 pela venda de sua participação majoritária na empresa de produtos oftalmológicos Alcon.

O Yinlu, que vende "leite” de amendoim pronto para beber e mingau de arroz também pronto para o consumo, teve faturamento de cerca de 750 milhões de francos (US$ 802,2 milhões) em 2010, segundo o comunicado. A Nestlé tem receita anual em torno de 2,8 bilhões de francos (US$ 3 bilhões) na China, onde o Yinlu é coprodutor do café instantâneo Nescafé.

A Nestlé opera 23 fábricas na China, onde vende o KitKat e marcas locais, como Haoji e Totole. A multinacional suíça está há 20 anos no país. A compra da participação controladora no Yinlu "demonstra nosso investimento de longo prazo na China e nosso compromisso de desenvolver ainda mais as marcas locais”, informou o executivo-chefe da Nestlé no mundo, Paul Bulcke, em comunicado.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »