05/08/2008 às 14h07min - Atualizada em 05/08/2008 às 14h07min

Raça Marota

http://stravaganzastravaganza.blogspot.com.br

Marota é a descrição de uma cabra alpina de pelagem branca ou clara um pouco maior nos machos e presença de barbas com pequenas pintas nas orelhas de forma alongada, terminando com as pontas arredondadas, sem detalhes ou manchas escuras pelo resto do corpo, nativa no Nordeste brasileiro, que se originou de raças trazidas pelos colonizadores

Os Chifres são de tonalidade claro-amarelo; bem desenvolvidos; divergentes desde a base voltados levemente para trás e para fora, com as pontas reviradas quase para a frente; grossos na base e afinando nas pontas. Pescoço delgado, proporcionando ao animal um aspecto elegante. Dorso em linha reta com garupa inclinada, corpo e membros alongados, forte e bem aprumados sobre cascos claros. Pele e mucosas são claras, com pigmentação na cauda. O Úbere embora bem conformado, é pouco desenvolvido e as tetas são claras. 

- Produção:

Principalmente de peles, no entanto tem potencial para a produção de leite, precisando ser melhor trabalhada e aproveitada para esta finalidade, para evitar o risco de extinção 
desta raça. 

Provavelmente a raça Marota é originária da própria alpina branca. Sua pele sempre foi muito procurada, principalmente na variedade Curaçã. Fácil de ser encontrada, a Marota poderá se extinguir, pois a maioria dos selecionadores utilizam-na para cruzamentos diversos. Os trabalhos de preservação são inexpressivos. O peso mínimo é de 36 kg e a cabeça é ligeiramente grande.

Antigamente todas as cabras comuns eram consideradas "marotas", cujo nome significa "tranqüilo", "brincalhão", etc., sendo destinado jocosamente, aos portugueses, no período da Independência do Brasil. Nessa ocasião, os lusitanos eram denominados de "marotos". Por isso, até hoje, muitos dizem "Marota Azul", "Marota Repartida", etc.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »