15/12/2010 às 13h49min - Atualizada em 15/12/2010 às 13h49min

Emater-Ascar comemora 55 anos da extensão rural no Estado

Emater/RS-Ascar

Para marcar os 55 anos da Extensão Rural no Rio Grande do Sul, completados em 02 de junho de 2010, e o Dia Nacional do Extensionista Rural, comemorado em 06 de dezembro, a Emater/RS-Ascar realiza hoje (15), às 10 horas, no auditório do Escritório Central (rua Botafogo, 1051), uma homenagem às principais instituições parceiras da Extensão Rural e aos 39 empregados que completam 30 anos de serviços prestados.

As instituições homenageadas são o Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Federação das Associações de Municípios do RS, Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Federação da Agricultura do Estado do RS, Federação dos Trabalhadores na Agricultura, Federação das Indústrias, Federação das Associações Comerciais e de Serviços do RS, Federação das Cooperativas Agropecuárias do RS, Organização das Cooperativas do Rio Grande do Sul, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, Instituto Rio Grandense do Arroz, Associação Riograndense de Imprensa, Conselho Técnico Administrativo da Emater/RS, Comitê de Ação Solidária e Comissão das Produtoras Rurais da Farsul.

Dia Nacional do Extensionista Rural 
Instituído pela Lei 2.191/07 como forma de homenagear todos os profissionais que trabalham ao lado dos agricultores, apoiando as iniciativas de desenvolvimento rural sustentável, levando inovações ao campo, ajudando a superar os obstáculos da produção, mas, sobretudo, aprendendo com o produtor rural. Ao lado dos agricultores familiares, mesmo em locais distantes, onde o acesso é difícil para a chegada dos serviços, os extensionistas contribuem para as transformações sociais, econômicas, ambientais e culturais, atuando como agentes do desenvolvimento sustentável e multiplicadores de saberes.

A data foi escolhida porque marca a inauguração da primeira instituição de Extensão Rural do país, a Associação de Crédito e Assistência Rural de Minas Gerais (Acar), em 1948. Já no Rio Grande do Sul, a Extensão Rural foi implantada em 1955, com a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar). São 55 anos de presença forte junto ao setor produtivo gaúcho. 

Desde então, e com a incorporação da Emater/RS a partir de 1977, os profissionais têm promovido o desenvolvimento da agricultura rio-grandense e o bem-estar das populações do meio rural. Ser extensionista é saber compartilhar conhecimentos e aprender com os agricultores. É viver o dia-a-dia com olhos no futuro e num progresso realmente sustentável, que tenha como base o bem-estar das famílias rurais, alicerçado no desenvolvimento econômico, social e ambiental.

Os extensionistas rurais plantaram em solo gaúcho uma trajetória construída pela dedicação de profissionais que colocam em ação as políticas públicas dos governos municipais, estadual e federal. Hoje, a agricultura familiar gaúcha é modelo no país, graças ao trabalho desenvolvido por esses profissionais, que atendem às demandas diárias do público, formado por agricultores familiares, quilombolas, pescadores artesanais, indígenas e assentados, um contingente superior a 280 mil famílias de assistidos, em 492 municípios.

São 2.002 extensionistas comprometidos com os valores da Extensão Rural, como a inovação, o profissionalismo, a ética, a credibilidade e a responsabilidade. Esses profissionais sabem que é na conquista do respeito pelo trabalho dos agricultores e na valorização das famílias rurais que homens, mulheres, jovens e idosos descobrem possibilidades de uma vida melhor, com mais qualidade de vida e fraternidade.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »