21/11/2010 às 13h15min - Atualizada em 21/11/2010 às 13h15min

Hora do Leite: Encontro já prepara o Estado para receber Congresso Brasileiro em 2012

Assessoria de Imprensa Seprotur

O evento, que traz em sua programação uma série de palestras, terá a denominação de "Hora do Leite" e acontecerá a cada quatro meses antecedendo os preparativos para receber o V Congresso Brasileiro da Qualidade do Leite, que acontecerá em 2012 na Capital. A Hora do Leite acontece a partir das 9hs no Sebrae/MS. 

A realidade da produção leiteira no Estado não é novidade. Os são dados deficientes em comparação aos demais números nacionais, ressalta a Secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (Seprotur), porém conhecemos os potenciais que temos a explorar, e "temos convicção que tal Congresso viria neste momento contribuir significativamente com as ações que prospectamos para o futuro do setor em nosso Estado".

Num mundo cada vez mais competitivo, o diferencial trazido pela qualidade é fundamental na conquista de mercados. "Um dos trabalhos importantes que a Câmara vem realizando nos últimos é a implementação de cursos - em parceria com o Senar/MS - de produção e melhora na qualidade do leite. As demais ações executadas são norteadas pelo PDI [Plano de Desenvolvimento Institucional da Câmara Setorial do Leite/MS] para assim alcançar avanços, tornando o Estado uma referência nacional na produção de leite com qualidade", destaca o Professor Doutor Marcos Vinicius, que atualmente ocupa a coordenação da Câmara Setorial do Leite. 

Para o Sebrae/MS, solidificar e qualificar o setor contribui com a permanência do homem no campo e fortalece a economia sul-mato-grossense. "O crescimento de empreendedores na atividade vem sendo contínuo nos últimos anos. Hoje, cerca de 60% dos produtores rurais do Estado atuam no setor lácteo, sendo que destes a maioria é de agricultores familiares", destaca o gerente de agronegócio do Sebrae/MS, Marcus Rodrigo de Faria.

MOMENTO ATUAL

A produção leiteira no Estado é uma importante atividade do ponto de vista social, econômico e fundiário. É também uma atividade responsável pela manutenção de inúmeros empregos no campo, sendo a principal fonte de renda e trabalho dos pequenos produtores rurais que se estabelecem, principalmente, nos assentamentos rurais e colônias agrícolas.

Segundo IBGE (2010), os dados do último Censo Agropecuário evidenciam que a produção de leite no Mato Grosso do Sul é oriunda de 23.970 propriedades, o que representa cerca de 40% de todas as propriedades rurais do Estado. Destas propriedades citadas, cerca de 70% são caracterizadas como propriedades leiteiras de origem familiar. 

No que diz respeito a distribuição fundiária da produção de leite no Estado, ressalta-se que cerca de 72% das propriedades possuem até 50 hectares e 82% produzem até 200 litros de leite por dia. No aspecto social, estima-se que a pecuária leiteria no Estado, empregue tanto na forma familiar quanto empresarial, cerca de 74 mil pessoas, o que representa 35% da força de trabalho presente no campo.

A Hora do Leite acontece das 9 às 11h20 da próxima segunda-feira, dia 8, na sala de reuniões do Sebrae/MS - com acesso pela Rua Brasil n.° 205, ao lado do prédio principal. Na ocasião serão expostos para degustação uma série de produtos lácteos industrializados em Mato Grosso do Sul. Maiores informações pelos telefones (67) 3318-5021 SEPROTUR / (67) 3389-5536 SEBRAE. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »