07/05/2023 às 09h57min - Atualizada em 07/05/2023 às 09h57min

Programação técnica do Minas Láctea 2023 está definida

Programação do CNL terá um dia dedicado aos queijos artesanais

Assessoria de Comunicação
EPAMIG
Daniel Arantes

O Minas Láctea 2023, que será realizado entre os dias 18 a 20 de julho, terá como enfoque o tema “Inovação e Gourmet”. O evento, promovido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária Minas Gerais (EPAMIG) contará com todas as atividades na Sede do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (EPAMIG/ ILCT), em Juiz de Fora (MG).

A programação contará com 36º Congresso Nacional de Laticínios (CNL), a 42ª Semana do Laticinista e os julgamentos do 46º Concurso Nacional de Produtos Lácteos (CNPL). Além da 47ª Exposição Produtos Lácteos (Expolac), que vai reunir empresas do setor para a apresentação de inovações para o mercado e contará com palestras e harmonizações de lácteos com vinhos, café e cerveja, dentre outras combinações.

O Congresso Nacional de Laticínios abordará o tema “Como a indústria de laticínios pode se preparar para o futuro?” e pela primeira vez vai dedicar um dia da programação aos queijos artesanais. “A gente terá na terça (18) e na quarta-feira (19) as palestras voltadas para a temática principal. E para o último dia, quinta-feira (20), propusemos o tema “Inovação e Gourmet com foco nos queijos artesanais mineiros”, que casa com a pegada do Minas Láctea neste ano. Esta é nossa principal novidade e aposta para esta edição”, afirma a pesquisadora Denise Sobral, integrante da Comissão técnico-científica do evento. A programação completa e o currículo dos palestrantes serão disponibilizados no site www.minaslactea.com.br, no qual será possível também fazer as inscrições para o evento.

 Submissão de trabalhos

O prazo para a submissão de trabalhos a serem apresentados durante o 36º Congresso Nacional de Laticínios vai até 19 de maio. Os materiais devem ser encaminhados na forma de resumo simples, para o e-mail comissaocientificacnl@epamig.br, de acordo com o modelo disponível no site www.minaslactea.com.br.

Os trabalhos serão analisados por uma Comissão Técnica de julgadores, que observará critérios como Mérito e Relevância. “Uma diferença neste ano é que o candidato pode submeter o resumo antes de fazer sua inscrição no evento. Para a apresentação do trabalho aprovado, seja no formato de pôster ou comunicado técnico (oral), a inscrição é necessária”, esclarece Denise Sobral.

A professora Denise destaca ainda que os três trabalhos mais bem avaliados receberão prêmios em dinheiro. “Esta é a 3ª edição da premiação em parceria com a Fermentech para os melhores resumos. O primeiro colocado receberá R$1,5 mil, o segundo R$1 mil e o terceiro R$500”, informa. As regras do prêmio Cândido Tostes/ Fermentech estão descritas no edital para a submissão de trabalhos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da EPAMIG


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp