03/01/2022 às 10h10min - Atualizada em 03/01/2022 às 10h10min

Queda no preço do leite ao produtor no pagamento de dezembro foi menos intensa que a de novembro

No pagamento realizado em dezembro, que remunera a produção entregue em novembro último, o preço do leite pago ao produtor caiu, mas de forma menos intensa do que a registrada no pagamento de novembro.

Considerando a média nacional ponderada dos dezoito estados pesquisados pela Scot Consultoria, a queda foi de 0,6% na comparação mensal.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a referência está 7,3% maior este ano.

O cenário foi de queda na captação de leite em novembro, mas alta em dezembro (dados parciais), na comparação mensal. De acordo com a sazonalidade era esperado que em novembro o volume captado aumentasse, mas os custos de produção ainda em alta e as chuvas atrapalhando a produção, seja pela escassez, seja pelo excesso, o que dificulta a logística da cadeia, pressionaram a produção.

Para o pagamento a ser realizado em janeiro/21, referente à produção entregue em dezembro/21, a maioria das indústrias estima queda nos preços do leite pago ao produtor, com 46% dos laticínios pesquisados apontando para este cenário, 45% estimando estabilidade e 9% falando em alta.

Grande parte das indústrias estima de queda à estabilidade, em função do aumento na produção no campo e da queda no consumo típica da virada de ano.

No Sul do país, no entanto, a estiagem severa colabora com a expectativa de alta nos preços do leite.

Fonte: Scot Consultoria


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »