17/07/2020 às 11h32min - Atualizada em 17/07/2020 às 11h32min

Embaré lança programa de assistência técnica e gerencial aos fornecedores de leite da Camponesa

Os produtores de leite enfrentam desafios diários como balanceamento da dieta do gado, disponibilidade de volumoso, qualidade do leite, sistema de produção, gestão da produção e mão de obra. Para apoiar seus cerca de 1.600 fornecedores de leite e 13 cooperativas parceiras, a Embaré, sexta maior empresa de laticínios do Brasil, acaba de lançar um programa de assistência técnica e gerencial denominado Embaré Assist.

Segundo o gerente de Captação e Fomento da Embaré, Yago Sartori, o Embaré Assist mudará a realidade daqueles que acreditam na atividade leiteira, no seu potencial e nos recursos que cada propriedade oferece. “As incertezas de mercado têm trazido dificuldades para toda a cadeia produtiva, especialmente ao produtor, que tem desafios em se planejar. O programa de assistência técnica e gerencial é mais uma oportunidade de crescimento sustentável, com rentabilidade, para o produtor. Todo fornecedor de leite da Embaré que busca aumentar os lucros de sua atividade, por meio do aumento da eficiência produtiva e adoção de estratégias econômicas adequadas a cada fazenda, deve participar do programa”, explica Yago. 

O supervisor de Fomento da Embaré, Alexandre Cardoso, explica que o programa é extremamente flexível às necessidades e ineficiências de cada fazenda, e oferece um conceito de produção mais resiliente às variações do preço do leite e dos insumos utilizados. 

Com o apoio de grandes empresas que tem expertises em diversas áreas, o Embaré Assist oferece orientações técnicas e acompanhamento, além de soluções importantes para o planejamento de área e estudo de melhor cultura, pesagem de leite e arraçoamento, estudo de viabilidade de cada matéria prima dentro da dieta formulada e implementação de sistema mais flexível e eficiente. Além disso, oferece treinamento para melhora de processo da qualidade do leite; vistoria, regulagem e orientação de manutenção da ordenha e outros equipamentos; identificação e implementação de ações corretivas; e implementação de plano de ações e capacitação de mão de obra. 

“No que diz respeito ao sistema de produção, o Embaré Assist oferece estratégias de melhoria do conforto animal e análise e identificação de alternativas mais rentáveis para a fazenda.  No âmbito da gestão da produção, oferece soluções como a adoção de análise de indicadores zootécnicos e avaliação de desempenho da mão de obra; análise do custo de produção e definição de melhorias a serem implementadas; definição dos objetivos da propriedade e verificação constante dos objetivos”, explica Alexandre Cardoso. 

Outra novidade é que no início de 2020, a empresa lançou um aplicativo denominado “Embaré Fomento”, direcionado ao gerenciamento da produção no campo. Gratuito e exclusivo para os parceiros da empresa, o aplicativo oferece ao produtor a comodidade de ter as informações da sua folha de leite, na palma da mão, com agilidade e transparência. Conforme explica o gerente Yago Sartori, os fornecedores de leite podem tomar decisões rápidas logo que uma informação chega ao celular. Um exemplo é alguma alteração no resultado da qualidade do leite. “Ao receber o boletim e ocorrer qualquer desvio na qualidade do seu leite, ele poderá investigar as causas imediatamente evitando prejuízos maiores”, afirma Yago. 

A Embaré segue investindo em tecnologia direcionada a produtores de leite e cooperativas rurais, avançando no projeto de ampliar a participação no mercado nacional de lácteos, por meio do desenvolvimento dos seus parceiros, e consequentemente o aumento de sua captação de leite. Além do Embaré Assist e do aplicativo Embaré Fomento, a empresa oferece outros cinco projetos de apoio aos produtores rurais. São eles: “Educampo”, projeto de assistência técnica; “Mais Genética”, de incentivo à transferência de embriões; “Recria”, de assistência à recria de bezerras; “Insumos”, de compras coletivas de diversos insumos utilizados na pecuária leiteira; e “Fazenda Modelo”, de incentivo às boas práticas agropecuárias. 

Embaré 

Há 85 anos no mercado, a Embaré possui fábricas em Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte, na região Centro-Oeste de MG, que somam juntas aproximadamente 40 mil m² de área construída e contam com nove laboratórios próprios. A Embaré apresentou faturamento de R$ 1,38 bilhão em 2019, e hoje tem capacidade de processamento de 2,4 milhões de litros de leite. 

Atuante nas categorias de laticínios e confeitaria, a empresa tem um mix de produtos diversificado, fabricado nos mais altos padrões de qualidade. Sua linha de lácteos é composta por leite em pó, leite UHT, leite condensado, creme de leite, doce de leite, bebida láctea, manteiga, além de uma variedade de queijos. A empresa também produz os tradicionais caramelos, que são hoje exportados para países dos cinco continentes. 

A Embaré firmou no mês de junho de 2020 um contrato para arrendamento da Quatrelati, que será submetido ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A partir da aprovação pelo Cade, a Embaré que assumirá as atividades da fábrica da Quatrelati em Patrocínio (MG), passará a produzir os produtos sob a marca Camponesa. A capacidade de processamento diária de leite da empresa aumentará 16%, atingindo a casa dos 2,8 milhões de litros/dia.

Fonte: Interface Comunicação

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »