09/05/2010 às 10h40min - Atualizada em 09/05/2010 às 10h40min

Mato Grosso terá diagnóstico da cadeia produtiva do leite

 

A Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Mato Grosso (OCB-MT), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), e Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado de Mato Grosso (SEDER) assinaram na última quarta-feira (05), protocolo de intenção para a realização de um diagnóstico da cadeia produtiva do leite do Estado.
A assinatura do protocolo foi no encerramento do Encontro Internacional dos Negócios da Pecuária (Enipec 2010), em Cuiabá/MT, com a participação do presidente da OCB-MT, Onofre Cezário de Souza Filho.

Para o setor, esse diagnóstico é primordial para a definição de um planejamento estratégico em nível estadual para a cadeia do leite. "O diagnóstico será um levantamento situacional para identificar os principais números desta atividade, desde o perfil da propriedade e do produtor de leite até os números relacionados às indústrias de laticínios, consumo estadual e exportação”.

Levantamento da OCB-MT registra atuação no Estado de aproximadamente 140 empresas de laticínios. Desse percentual, 6% representam cooperativas de laticínios, agregando 6.790 cooperados e 824 funcionários.

A produção de leite recebida em 2009 procedente de cooperativas com mais de 30 anos de atuação, representa aproximadamente 40% da produção do Estado. Cooperativas como a COOPNOROESTE (Cooperativa Agropecuária do Noroeste de MT) e COMAJUL (Cooperativa Mista Agropecuária de Juscimeira), têm promovido o desenvolvimento e renda em suas regiões.

As informações são do O Documento, adaptadas pela Equipe MilkPoint.

site: www.milkpoint.com.br

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »