02/05/2010 às 10h25min - Atualizada em 02/05/2010 às 10h25min

SanCor amplia planta processadora de soro de leite

Punto Biz

Foi inaugurada a ampliação da planta de tratamento de soro de leite das empresas Arla Foods e SanCor, situada em Porteña, Província de Córdoba, na Argentina. A capacidade de processamento passará de 1,4 a 2,2 milhões de litros diários de leite, mas sobretudo a ampliação da planta consolidará o rol que vem desempenhando a SanCor em um mercado de ponta: o fornecimento de proteínas especiais para a indústria alimentícia.

A relação da SanCor com a cooperativa láctea Arla Foods, um grupo dinamarquês que conta com um know how no desenvolvimento de alimentos baseados em ingredientes lácteos, começou no fim dos anos noventa, ainda que tenha começado a dar resultados concretos no início da década passada, quando se criou a Arla Foods Ingredients S.A. (Afisa) e quando foi construída e tiveram início as operações na planta de Porteña.

A Afisa se encontra estrategicamente localizada para receber diariamente milhões de litros de soro produzido pelas plantas fabricantes de queijos de Morteros, Brinkmann e Balneária em Córdoba e San Guillermo, Centeno e Gálvez em Santa Fé.

Para a SanCor, a associação com a firma dinamarquesa permite que a mesma desenvolva produtos de alto valor nutricional para consumidores cada dia mais exigentes. E no projeto de ampliação, a firma argentina forneceu a engenharia na construção das plantas, enquanto a multinacional realizou o desembolso de US$ 37 milhões.

Embora as proteínas elaboradas na planta de Córdoba tenham como principal destino o mercado externo, a Afisa vê com bons olhos o mercado doméstico, voltando-se às empresas alimentícias que procuram melhorar e renovar seus produtos mediante a utilização dos denominados "corretores protéicos". Para esse fim, a associação conta com um centro de aplicações situado em Buenos Aires.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »