14/04/2018 às 10h24min - Atualizada em 14/04/2018 às 10h24min

Alegrete tem semana de atividades voltadas à produção leiteira, diz Emater

Dia de campo com produtores de Vasco Alves e Capivari marcam 4ª semana da atividade leiteira de Alegrete

Fonte: Emater/RS

Na última quinta-feira, iniciaram as atividades da 4ª Semana da Atividade Leiteira de Alegrete, com a 9ª edição do Gira do Leite, que consistia em apresentar em um Dia de Campo duas propriedades de destaque. Para isso, foram escolhidos produtores de Vasco Alves e Capivari, interior do município.

Já na sexta-feira (06), aconteceu a 21ª edição da Feira do Gado Leiteiro de Alegrete, no CTG Oswaldo Aranha, localizado no Durasnal, com palestras e julgamentos raciais. No próximo sábado (14), no CTG, está previsto para acontecer as premiações dos julgamentos e o baile de encerramento das atividades. As atividades foram organizadas pelo Programa mais Leite Alegrete, formado pela Associação de Produtores de Leite e Criadores de Gado Leiteiro de Alegrete, Emater/RS -Ascar, Fundação Maronna e Secretaria da Agricultura e Pecuária de Alegrete. Segundo o assistente técnico regional da área de sistemas de produção animal, Fábio Schilick, o Gira do Leite "é uma maneira de divulgar entre os produtores e parceiros o que os produtores participantes estão fazendo e o que a extensão está fazendo sobre a atividade leiteira e aprimorar o manejo", comenta.

Na 9º Edição do Gira do Leite, as propriedades escolhidas obtiveram sucesso na produção de alimentos para os animais, na qualidade do leite, gestão da propriedade, sanidade e manejo do rebanho, produção de derivados do leite, entre outros fatores. Os resultados foram apresentados em três estações que debateram os seguintes temas: bem-estar animal, qualidade do leite e planejamento forrageiro. As estações foram apresentadas pelos técnicos da Emater/RS-Ascar, juntamente com a família anfitriã, para mostrar o sistema produtivo e os resultados obtidos, visando à geração de um espaço de troca de experiências entre os participantes. Foram disponibilizados almoço e transporte para os presentes.

Durante a 21º Feira do Gado Leiteiro, que obteve a inscrição de 23 terneiras, aconteceram palestras sobre produção de leite e fatores de influência, com o médico veterinário Airton Colares da empresa Mig Plus, na parte da manhã. E na parte da tarde, julgamentos raciais do gado jovem (terneiros e novilhas). Já a feira com os julgamentos dos animais, o técnico salienta que incentiva a juventude a trabalhar e ter interesse pela atividade. "Também proporciona uma melhoria da qualidade dos animais, porque é explicado as condições de cada animal e as crianças vão aprendendo e isso incentiva a sucessão dentro da atividade leiteira", finaliza Schilick. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »