03/01/2017 às 12h05min - Atualizada em 03/01/2017 às 12h05min

Nanocápsula com antibiótico é aposta da ciência contra mastite bovina

Um presente de grego para as bactérias causadoras da mastite em rebanhos leiteiros. Essa é a alegoria usada pela pesquisadora Vanessa Mosqueira para explicar como atua o antibiótico nanoestruturado, desenvolvido pela Embrapa em parceria com a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop).

Mas, em vez de um enorme cavalo de madeira construído para esconder os guerreiros gregos que iriam invadir a cidade de Troia, a professora da Escola de Farmácia da Ufop e o pesquisador da Embrapa Gado de Leite Humberto Brandão construíram uma nanocápsula (partícula um bilhão de vezes menor do que o metro) para transportar moléculas de antibiótico numa viagem até o interior da célula. Nessa jornada pela glândula mamária, as moléculas travam a guerra contra bactérias, como o Staphylococcus aureus, que causam a doença, uma das maiores inimigas do pecuarista de leite em todo o mundo.

Rubens Neiva

Embrapa Gado de Leite

Fonte: http://edairynews.com/br/51028-51028/


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »