20/08/2016 às 10h11min - Atualizada em 20/08/2016 às 10h11min

USDA comprará 5 milhões de quilos de queijos para ajudar produtores

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) tem planos de comprar aproximadamente 11 milhões de libras (cerca de 5 milhões de quilos) de queijos dos estoques privados para ajudar bancos de alimentos e despensas do país, enquanto reduz o excedente de queijo - que está em seu nível mais alto em 30 anos.

O atual excesso de queijos dos Estados Unidos tem um peso de US$ 1,2 bilhão causado por uma reação exagerada no lado da oferta que pode somente ser remediada pela desaceleração na produção de leite.

A compra, no valor de US$ 20 milhões, será fornecida a famílias de baixa renda do país por meio de programas de assistência à nutrição do USDA, enquanto ajudam o mercado para os produtores de leite, cujas receitas caíram 35% nos últimos dois anos.

O USDA recebeu requisições do Congresso, da União Nacional de Produtores Rurais, da Agência Americana Agrícola e da Federação Nacional de Produtores de Leite para fazer essa compra imediata de lácteos. A Seção 32 do Ato de Agricultura de 1935 autoriza o USDA a utilizar fundos do ano fiscal de 2016 para comprar excedentes de alimentos para beneficiar os bancos de alimentos e as famílias que precisam de assistência à nutrição. "Entendemos que os produtores de leite do país estão passando por desafios devido às condições de mercado e que os bancos de alimentos continuam vendo forte demanda por assistência", disse o secretário de Agricultura, Tom Vilsack.

"Essa compra de commoditie é parte de uma rede robusta e ampla de segurança que ajudará a reduzir o excedente de leite, que está em seu maior nível em 30 anos - ao mesmo tempo que coloca alimentos ricos em proteína nas mesas daqueles que precisam. O USDA continuará buscando formas dentro de suas autoridades para lidar com a insegurança alimentar e fornecer mais estabilidade ao mercado".

Embora o USDA projete que os preços dos lácteos aumentarão no resto do ano, muitos fatores - incluindo baixos preços no mercado mundial, maiores ofertas/estoques e menor demanda - contribuíram para o enfraquecimento do mercado para os produtos lácteos. O USDA disse que continuará monitorando as condições de mercado nos próximos meses e avaliando ações adicionais, se necessário, no final deste outono.

Fonte: Dairy Reporter - Crédito da imagem: Freeimages


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »