21/04/2015 às 14h55min - Atualizada em 21/04/2015 às 14h55min

Nestlé registra 4,4% de crescimento orgânico

Nos primeiros três meses do ano de 2015, o crescimento orgânico foi de 4.4%, composto por 1,9% de crescimento real e 2.5% de política de preços. As vendas subiram 0,5% para CHF 20,9 bilhões, impactadas pelo câmbio negativo de -4,5%. As aquisições, descontados os desinvestimentos, adicionaram 0,6% às vendas.

Em 2015, continuamos a crescer em todas as geografias: 5,6% nas Américas (AMS), 4,5% na Europa, Oriente Médio e África do Norte (EMENA) e 2,2% na Ásia, Oceania e África Subsaariana (AOA). Os mercados desenvolvidos cresceram 2,5%, e os mercados emergentes, 6,7%.

Na América do Norte, enfrentamos um começo de ano lento. A categoria de refeições congeladas continuou a ser um desafio, especialmente Lean Cuisine. Tomamos medidas para reposicionar nossas marcas, abordando todos os elementos do mix de marketing e enfatizando sua relevância para os consumidores. Esperamos que essas iniciativas deem um novo ímpeto para a categoria de congelados ao longo do ano. O crescimento na América do Norte veio do Coffee-mate, dos segmentos super-premium e snacks nos sorvetes, e dos produtos para assar, liderados por inovações como morsels (gotas de chocolate) e massa de biscoito congelada. A extensão das linhas de produtos e os lançamentos de novos produtos tiveram bons resultados na área de petcare, inclusive Beyond, Purina ONE e areia sanitária para gatos Tidy Cats.

A piora do ambiente macroeconômico teve impacto em toda a América Latina, com a política de preços sendo pressionada pela inflação em vários mercados. O Brasil, afetado por um ambiente menos acelerado nas vendas dos produtos lácteos de prateleira, obteve bom crescimento em confeitos, com desempenhos fortes de KitKat e biscoitos, e no segmento de cafés, com Nescafé Dolce Gusto. As bebidas achocolatadas e maltadas também contribuíram. O México entregou contribuições sólidas nas áreas de café solúvel e confeitos. Dog Chow, Pro Plan e Cat Chow ajudaram a liderar o crescimento de dois dígitos em petcare em toda a região.

Todas as partes da Zona entregaram um crescimento sólido. Petcare foi um líder com Felix, Purina ONE e Gourmet. Nescafé Dolce Gusto teve bom crescimento em toda a Zona, assim como os produtos culinários de prateleira e os confeitos, ambos ajudados por uma Páscoa precoce. A política de preços teve impacto na Europa Oriental e na Turquia.

A maioria dos mercados na Europa Ocidental também teve bom desempenho, apesar de a Suíça e a Grécia terem tido um início de ano mais lento.

Na Europa Central e Oriental, observamos um bom crescimento na Polônia, Rússia e Ucrânia, apesar das pressões inflacionárias.

Houve sólido crescimento de vendas nas regiões do Oriente Médio e África do Norte, com forte crescimento na Turquia liderado pelo café solúvel e bons desempenhos em todo o Oriente Médio, apesar do ambiente desafiador no Iraque e Iêmen.

A Zona teve um começo de ano lento este ano, principalmente devido à China, como esperado. Nossas ações para renovar os produtos, inovar e melhorar a comunicação e a distribuição estão progredindo como planejado. Também foi relevante a desaceleração na Nigéria.

Inovações como Nescafé Blend & Brew e KitKat Rubies na Malásia, a bebida proteica premium Chun da Yinlu na China e o desenvolvimento contínuo do Nestlé Milo Activ-Go estão criando as bases para acelerar ainda mais o crescimento nos mercados emergentes.

Os negócios premium continuaram a ter bom desempenho de uma forma geral. O Japão teve um crescimento dinâmico graças à contínua inovação nos produtos e modelos de negócio, e seu crescimento continuou a apresentar uma boa aceleração com KitKat.

O crescimento orgânico e o crescimento real da Nestlé Waters continuaram sólidos e com base ampla em todas as três geografias. Os mercados emergentes apresentaram um crescimento de dois dígitos, e os mercados desenvolvidos de meio dígito.

Nestlé Pure Life acelerou ainda mais o seu crescimento. As marcas internacionais premium Perrier e S.Pellegrino continuaram com seu bom ímpeto de crescimento na América do Norte, Europa e o resto do mundo. Entre as marcas locais, Erikli na Turquia, Al Manhal na Arábia Saudita, Buxton no Reino Unido e Yunnan Shan Quan na China cresceram de forma sólida.

A Nestlé Nutrition teve um início relativamente lento, impactada por comparações difíceis, em especial nos mercados mais voláteis do Oriente Médio, África e Rússia. Houve bons desempenhos na Ásia e no México. Wyeth Infant Nutrition continuou a entregar um sólido crescimento nas áreas de fórmula infantil e leites de crescimento, liderado pelas marcas premium Illuma e S-26, e pela expansão geográfica. Os cereais infantis foram bem nos Estados Unidos, Sudeste Asiático e Índia. Os alimentos em sachês foram o destaque em refeições e bebidas.

Nestlé Professional teve um bom início de ano com crescimento balanceado em todos os negócios de alimentos e bebidas. O crescimento foi direcionado pelos mercados emergentes na Ásia e América Latina, com contribuição da Europa Oriental.

Nespresso continuou a apresentar um bom crescimento em um mercado competitivo, alavancando suas constantes inovações e renovações em máquinas, serviços e sua série de cafés super-premium. Também deu continuidade à sua expansão internacional.

Nestlé Health Science entregou um sólido crescimento nas vendas em suas três áreas de negócios; houve contribuições de cuidados com o consumidor, nutrição médica e novas terapias nutricionais. A Europa e a China tiveram bom desempenho. Os direcionadores-chave de crescimento foram a gama de produtos Vitaflo, Alfamino na área de alergia pediátrica, Boost na América do Norte e Meritene na Europa.

Nestlé Skin Health continuou a crescer solidamente com todos os negócios dando sua contribuição e apresentando fortes desempenhos nas Américas e Ásia. O crescimento no negócio de produtos sob receita médica teve a ajuda do lançamento de Soolantra, um tratamento tópico para rosácea. Os direitos norte-americanos para a comercialização de produtos-chave na área de dermatologia estética, adquiridos no ano passado, contribuíram para o forte ímpeto de crescimento.

Confirmamos nossa perspectiva anual: continuamos focados em nosso negócio de longo prazo, fortalecendo as bases do nosso crescimento futuro, e pretendemos ter um crescimento orgânico de aproximadamente 5% com melhoria nas margens, ganhos subjacentes por ação nas moedas de valor constante e eficiência de capital.

(Redação- Agência IN)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »