08/04/2015 às 00h00min - Atualizada em 08/04/2015 às 00h00min

Manhã Técnica de Leite realizada pela CRI amplia conhecimento do setor

Berrante Comunicação

A realização da 1ª Manhã Técnica de Leite, que aconteceu em Itanhandu, promovida pela CRI Genética e tendo a parceria da Hipra surpreendeu as expectativas dos organizadores. 

O evento reuniu mais de 100 produtores e técnicos da área de vários locais, entre eles pecuaristas do Vale do Paraíba, São Paulo, Rio de Janeiro e Sul de Minas, que se interessaram em ampliar o conhecimento a respeito da pecuária de leite, fato que motiva a promoção de novas edições.

Os integrantes presenciaram as palestras na íntegra e, através de perguntas aos palestrantes, mostraram-se interessados nas informações passadas durante o evento. 

Os temas eram referentes aos índices de seleção genética para rebanhos de alta produção e qualidade de leite e novas ferramentas para controle de mastite, ministrados pelos conferencistas John Ruedinger, da CRI, e Rafael Ortega, da Hipra.

“Os índices apresentados na primeira temática referentes aos resultados atingidos por ele, Ruedinger, em sua fazenda, em relação à produção de leite e produtos utilizados, despertou a atenção do público, que na realização de diversas perguntas procurou compreender o funcionamento e as maneiras de atingir os resultados apontados”, relata William Alves, representante da CRI.

O evento foi uma oportunidade para que os pecuaristas conhecessem os produtos da CRI e as consequências positivas que eles proporcionam ao rebanho, e foram, na ocasião, exibidos por Ruedinger.

“Além dos índices, ele apresentou alguns touros que ele trabalha hoje em seu rebanho nos EUA e que temos material disponível no Brasil, isso despertou o interesse de muitos criadores que me procuraram, posteriormente, em busca do material genético mencionado pelo palestrante”, acrescenta Alves.

Após o termino da primeira palestra, Ortega deu sequência ao evento apresentando maneiras de controlar um dos problemas mais recorrentes em rebanhos de leite: a mastite. Para encerrar a manhã de aprendizagem e troca de informações, os participantes degustaram um delicioso almoço oferecido pelo Sindicato Rural de Itanhandu.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »