20/02/2015 às 13h20min - Atualizada em 20/02/2015 às 13h20min

Brasil expande mercados para exportação de carne e de lácteos

Porto Gente

Em janeiro, governo do Paquistão aprovou a compra de carne de aves exportadas pelo Brasil. Os paquistaneses não costumam importar carne de aves de outro país, apesar de ser a principal proteína animal consumida pela população de mais de 180 milhões de pessoas. “A aprovação demonstra o reconhecimento do sistema de controle oficial brasileiro e possibilitará o acesso de vários estabelecimentos exportadores ao mercado paquistanês”, afirmou a secretária de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Tatiana Palermo.
A Rússia é outro país que está aumentando o comércio com o Brasil. Também em janeiro, o Serviço Federal de Vigilância Sanitária e Fitossanitária russo autorizou novos estabelecimentos brasileiros a exportarem carne de aves e produtos lácteos para seu mercado. No caso de carne de aves, oito estabelecimentos brasileiros foram habilitados, totalizando 52 autorizados a exportarem para a Rússia. Já de produtos lácteos e derivados, três novos estabelecimentos foram autorizados. Com isso, o Brasil passa a contar com 10 laticínios que podem exportar para esse país. “Após visita oficial à Rússia que ocorrerá ainda no primeiro semestre deste ano, a expectativa é que haja novas habilitações dos estabelecimentos brasileiros”, comentou Tatiana.

Na América do Sul, o Ministério da Agricultura e Terras da Venezuela já informou que prorrogará até 15 de maio deste ano a habilitação dos estabelecimentos brasileiros para exportação de carne de aves, suínos e bovinos ao país.

“Antes da missão do Mapa, as habilitações dos estabelecimentos exportadores de carne bovina e de aves tinham o prazo de validade até o dia 31 de março de 2015. Já os estabelecimentos exportadores de carne suína estavam com a habilitação vencida desde 31 de dezembro de 2014”, afirmou a secretária de Relações Internacionais. Atualmente, ambos os países estão negociando o roteiro de missão venezuelana ao Brasil, prevista para início de abril deste ano, com intenção à renovação e habilitação de novos estabelecimentos exportadores de carnes.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »