26/11/2014 às 07h56min - Atualizada em 26/11/2014 às 07h56min

ABC Leite promove mais um módulo de capacitação no Tocantins

Embrapa Pesca e Aquicultura

Sanidade e qualidade do leite. Estes são os focos de mais um módulo da capacitação do ABC Leite, o projeto "Transferência de tecnologia para a bovinocultura leiteira do estado do Tocantins". 

Coordenado pela Embrapa, o projeto vem trabalhando o tema junto a técnicos e extensionistas rurais de diferentes regiões do estado. Este módulo da capacitação, marcado para o período entre 18 e 20 de novembro, será em Paraíso do Tocantins, na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O coordenador do projeto é o zootecnista Pedro Henrique Rezende de Alcântara, que trabalha com transferência de tecnologia na Embrapa Pesca e Aquicultura. Segundo ele, "de modo geral, temos tido um bom envolvimento dos participantes. O público tem sido em média de 30 técnicos, principalmente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins)". Este é o último módulo de 2014. Para o próximo ano, estão previstos outros três.

Janaína Centrone, uma das participantes da capacitação, é extensionista do Ruraltins em Aliança do Tocantins, município que fica na região Central do estado. Ela é responsável por uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) instalada na Fazenda Ihumas. "Desde novembro do ano passado, quando iniciamos o acompanhamento da propriedade, implantamos o sistema de pastejo intensivo rotacionado em piquetes de mombaça, estamos fazendo o acompanhamento zootécnico da propriedade, estamos fazendo o planejamento forrageiro e melhoramos o manejo alimentar da propriedade. Tudo isso de acordo com as tecnologias que são apresentadas durante os módulos", conta.

Ainda segundo Janaína, "o produtor Marcos Antônio Alves está feliz com os resultados apresentados até agora, pois algo que ele buscava há muito tempo era melhorar a produtividade da propriedade. Ele ainda está um pouco receoso somente por causa da questão de mercado, pois na região o mercado de leite é limitado".

"Experiência enriquecedora" – Sobre a iniciativa da Embrapa de capacitar técnicos e extensionistas rurais, Janaína considera que "está sendo uma experiência muito enriquecedora. Uma oportunidade única de colocar em prática essas tecnologias, simultaneamente com o aprendizado teórico. O papel da Embrapa é fundamental para a transferência de tecnologia e o intercâmbio de conhecimentos entre a pesquisa, a assistência técnica e os produtores rurais".

Para a transferência de tecnologias, a Embrapa tem utilizado a metodologia da capacitação continuada, que engloba uma série de módulos temáticos realizados periodicamente. É uma maneira de intercalar teoria e prática, já que os participantes têm a oportunidade de implantar e acompanhar as chamadas Unidades de Referência Tecnológica em áreas produtoras. Nessas unidades, são demonstradas tecnologias e melhorias possíveis para a região.

Para Janaína, "o programa de capacitação técnica da Embrapa a partir da formação continuada visa a melhoria na qualidade da prestação de serviços de assistência técnica e extensão, e quem ganha mais com isso é o produtor rural".

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »