10/05/2014 às 10h53min - Atualizada em 10/05/2014 às 10h53min

Informatização auxilia na produção de leite, destaca Sebrae catarinense

Sebrae/SC

Já imaginou um funcionário que garanta uma administração detalhada, a emissão de relatórios e a geração de índices e projeções de produção a médio e longo prazo, além do aumento da rentabilidade? Bom, talvez não seja necessária uma nova contratação, mas sim a adoção de controle informatizado na gestão.

O relatório do Sistema de Inteligência Setorial(SIS) do Sebrae, que fala sobre a utilização de softwares no gerenciamento produtivo do leite, aponta que com poucos cliques, os programas podem detalhar a realidade técnica, financeira e competitiva da produção. Pequenos detalhes do manejo das pastagens, controle nutricional e sanitário e as depreciações das instalações podem ser acompanhados com os softwares gerenciais. E além das anotações dos índices do rebanho, a tomada de decisões assertivas por meio do controle informatizado é fundamental para o aumento da competitividade.

Utilizando softwares gerenciais específicos, gratuitos ou não, na rotina de coleta de informações, compilação e acompanhamento dos índices produtivos, o pequeno produtor estará oferecendo à sua propriedade um nível de gerenciamento acima da média brasileira. “Na agricultura moderna, acompanhar os índices da propriedade, ter acesso às informações, saber controlar e planejar seu negócio tornaram-se elementos indispensáveis para a melhoria da renda e da qualidade de vida dos empresários rurais”, comenta o engenheiro Luiz Augusto Araújo, da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

Um dos índices mais importantes e resultantes do acompanhamento produtivo através dos softwares pode ser a obtenção do custode produção do litro de leite, ou até de uma novilha apta à reprodução. O interessante é que conhecendo este índice, o produtor pode redefinir seu sistema produtivo, alternando manejos, tecnologia e optando pela adoção de sistemas mais sustentáveis de produção.

A escolha do software
Alguns detalhes são importantes na escolha do programa de gestão de uma empresa agropecuária. Pra começar, a plataforma (a interface) deve ser amigável, de fácil entendimento na inserção de dados e na emissão de relatórios. Funções como o cadastramento de animais, controle reprodutivo,sanitário, produtivo, de peso vivo e leite, geração de relatórios gerenciais e índices estatísticos do rebanho são básicas e essenciais. Os relatórios devem ser simples e objetivos, ajudando o produtor a fazer alterações de manejo ou descartes com precisão e rapidez.

Outro ponto fundamental na escolha do software são as atualizações (melhorias) que a empresa fornecedora realiza no sistema periodicamente. É importante verificar quantas atualizações já foram realizadas desde o seu lançamento, além dos custos de atualizações futuras.

Exemplos de softwares para gerenciamento produtivo do leite:

Embrapec e OpenFarm - Campinas (SP)
A Embrapa Informática Agropecuária disponibiliza em sua rede AgroLivre dois programas de gerenciamentos produtivos gratuitos para o produtor rural: o Embrapec gerencia vários aspectos da propriedade –o tamanho, o número de funcionários, a idade e a quantidade dos animais –, permitindo avaliar a viabilidade econômica atual e futura. Já o OpenFarm auxilia no gerenciamento financeiro, controlando os gastos e os ganhos de cada fazenda, folha de pagamento, compra de insumos, venda de produtos,além de fazer a análise mensal e anual da produção;

SIS 1000 – Gemini Sistemas – Juiz de Fora (MG)
Monitora também o volume das matérias-primas empregadas na composição dos derivados lácteos, realizando um controle automático e preciso do estoque;

Procreare – Belo Horizonte (MG)
Procreare Rebanho é um software para controle de propriedade produtoras de bovinos (corte/leite), caprinos, ovinos, equinos, suínos ou bubalinos. Apresenta interface para controle reprodutivo, produtivo, sanitário, zootécnico, de estoque e de manejo de animais.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »