15/09/2013 às 13h38min - Atualizada em 15/09/2013 às 13h38min

Programa Minas Leite tem exemplo bem sucedido em Bom Jesus do Galho

Governo de Minas Gerais

A propriedade da família do agricultor Denilson Martins, em Bom Jesus do Galho, no Vale do Rio Doce, está virando referência pelos bons resultados no Programa Minas Leite, executado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). 

A fazenda, que tem na bovinocultura de leite a principal atividade, aderiu ao programa há três anos e a partir daí passou a ostentar uma respeitável produção leiteira após algumas alterações no sistema de gestão e de manejo do gado.

Dos iniciais 20 litros de leite por dia, a propriedade saltou para os atuais 220 litros diários. O segredo do crescimento da produção é resumido assim por um dos irmãos. “Investimos em pasto, onde antes só tinha mato. Renovamos o rebanho, introduzimos o pastejo rotacionado e passamos a fazer o controle dos gastos”, pontua Denilson Martins.

O engenheiro agrônomo do escritório local da Emater-MG, Geraldo Assis de Carvalho, confirma o sucesso da empreitada. “Depois que eles entraram no Programa Minas Leite, aprimoraram bem a atividade e agora planejam alcançar a média de 300 litros de leite por dia, até março do próximo ano”, revela, ressaltando também outra medida adotada como o plantio de cana para a alimentação do gado na seca, além de importante investimento em pastagem e gestão da propriedade.

Ainda de acordo o extensionista, o exemplo dos irmãos Martins tem atraído o interesse dos produtores do município, como atesta recente dia de campo, realizado na propriedade deles. O evento contou com muitos produtores do município, tendo a participação de mais de 90 pessoas interessadas no Programa Minas Leite.

Segundo o agrônomo Geraldo, apesar de a cafeicultura ser considerada a principal atividade do município, a bovinocultura de leite tem cada vez mais conquistado espaço na economia de Bom Jesus do Galho. “Creio que a cafeicultura e a bovinocultura de leite estão empatadas como atividades rurais de interesse no município”, salienta.

Mais de mil propriedades cadastradas
Implantado em 2005 pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o Programa Minas Leite é executado pela Emater-MG, em parceria com a Epamig e outras instituições públicas e privadas.

O objetivo é melhorar a qualidade do leite produzido nas propriedades rurais mineiras, com a capacitação contínua de produtores e técnicos, além do incentivo à qualificação técnica dos sistemas de produção e gestão da atividade. Dados da empresa pública de extensão rural mineira registram 1.119 propriedades leiteiras cadastradas no programa, o que engloba um total de 378 municípios. Só a regional Emater-MG de Ipatinga tem 39 propriedades no Minas Leite, em 13 municípios situados na região.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »