24/05/2013 às 10h00min - Atualizada em 24/05/2013 às 10h00min

Leite Forte será lançado amanhã em Nioaque e Sidrolândia

Seprotur

A secretária do Desenvolvimento Agrário, da Produção, do Comércio, da Indústria e do Turismo, Tereza Cristina e o secretário adjunto Paulo Engel, lançam amanhã (24) o projeto Leite Forte nos municípios de Nioaque e Sidrolândia. 

O projeto Leite Forte tem como objetivo desenvolver a Bacia Leiteira na região central de Mato Grosso do Sul. O Leite Forte ainda prevê ao longo de três anos qualificar 1.500 produtores em 17 municípios, praticamente dobrando produção/qualidade na Região Central do Estado com a inclusão de assistência técnica efetiva e contínua, com investimento dos parceiros e produtores de cerca de R$ 70 milhões incrementando a atividade em R$ 175 milhões ao longo deste período. 

Os municípios envolvidos na primeira etapa do Leite Forte são: Anastácio, Aquidauana, Bandeirantes, Camapuã, Campo Grande, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Nioaque, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Terenos. Com a consolidação desta etapa, a meta é estender o projeto aos demais municípios do Estado. 

No sábado será a vez de produtores e a população de Rio Brilhante conhecerem o projeto. 


PARCEIROS 

O Governo do Estado, através da Seprotur, soma-se as seguintes instituições para a realização do Projeto: Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite, Agraer, Iagro, AEM, Junta Comercial, Cedrs, Ceasa, Secretaria de Estado de Educação, Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, Secretaria de Estado de Meio Ambiente/Instituto de Maio Ambiente de MS, Agencia Estadual de Gestão de Empreendimentos, Assomasul, Famasul/Funar/Senar, Sebrae-MS, Fiems/Senai, Fetagri, FAF, CUT, MST, Ministério da Agricultura/Embrapa/OCB-MS, Ministério do Desenvolvimento Agrário/Incra, Ministério da Integração Nacional/Sudeco, Ministério do Desenvolvimento Social, Uems, BNDES, Banco do Brasil, Fundação Banco do Brasil , Sicredi e Uniderp.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »