24/05/2013 às 09h55min - Atualizada em 24/05/2013 às 09h55min

AL: pecuária de leite cresce e vira alternativa de renda no Baixo São Francisco

Governo de Alagoas

Agricultores familiares da zona rural de Piaçabuçu, na região do Baixo São Francisco, participam, nos dias 25 e 26 de maio, do segundo Torneio Leiteiro do município, que vai reunir dez animais da raça girolando numa competição que tem mais um sentido de inovação produtiva do que de avaliar qual animal produz maior quantidade de leite.

A pecuária leiteira começou a ser incentivada no município a partir de ações do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), em parceria com a Prefeitura, a Codevasf e outras entidades do segmento. Para os agricultores, a pecuária surgiu como uma oportunidade de diversificação produtiva diante do baixo preço do coco – principal atividade agropecuária local, ao lado da rizicultura – e está ajudando a aumentar a renda das famílias.

“Apesar deste ser o segundo torneio, ainda somos iniciantes na atividade, pois a região não tem uma tradição na pecuária de leite. Mas estamos animados com os resultados e as parcerias que fizemos até agora”, frisou o secretário municipal de Agricultura de Piaçabuçu, Joaquim Eugênio.

Promovido pela Associação dos Produtores de Leite de Piaçabuçu (Aplp), o torneio será realizado num galpão, localizado na rodovia Engenheiro Dalmo Santana, na AL-101 Sul, km 02, vizinho à Associação Aroeira. O galpão foi construído pela Seagri, numa ação do Programa Alagoas Mais Leite, e será inaugurado no primeiro dia do torneio, sábado (25), a partir das 15h. Nesse mesmo dia, às 17h, haverá a primeira ordenha oficial. As outras duas serão realizadas no domingo, às 7h e às 16h, quando será conhecida a vaca campeã e haverá a entrega da premiação aos criadores.

Ainda no sábado (25), a Seagri fará a entrega de sementes aos agricultores do município, a partir das 15h, no galpão onde será realizado o torneio. Mais cedo, a partir das 14h, será aberta a Feira de Produtos Agropecuários, que terá estandes de empresas que trabalham com produtos e serviços no meio rural e de cooperativas do setor.

Neste mesmo dia, haverá uma visita a uma unidade de observação de palma forrageira, implantada pela Seagri em parceria com a Prefeitura com o objetivo de avaliar o desenvolvimento da planta na região, tendo em vista que a palma é um dos principais alimentos para o gado leiteiro.

“Acreditamos na produção de leite como uma alternativa para geração de renda na região, que tem o potencial para a atividade, além de boas condições climáticas, de beneficiamento e de mercado. Já fizemos importantes parcerias em prol dos agricultores da região, inclusive com a Cooperativa Pindorama, que beneficia parte da produção. O resultado disso será a formação de uma nova bacia leiteira no Estado. Temos a determinação do governador Teotonio Vilela de oferecer às famílias do campo condições de produção de alimento, de desenvolvimento do campo, pois assim elas estão colaborando para o desenvolvimento de Alagoas”, frisou o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, José Marinho Júnior.

Os produtores da Aplp estão incluídos no Programa Alagoas Mais Leite, coordenado pela Seagri, e já receberam um tanque de resfriamento de leite com um abrigo, um kit de inseminação artificial, capacitação em inseminação, kits de ordenha manual higiênica, assistência técnica e agora vão receber o abrigo, onde será realizado o torneio. Ao todo, o investimento do Governo do Estado já ultrapassa os R$ 100 mil.

O segundo Torneio Leiteiro de Piaçabuçu conta com apoio da Prefeitura Municipal, Seagri, Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (Cpla), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Cooperativa Pindorama, Nordeste Rações e deputado estadual Joãozinho Pereira.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »