11/05/2013 às 09h28min - Atualizada em 11/05/2013 às 09h28min

Pesagro-Rio distribuirá mudas de cana para produtores de leite atingidos pelas enchentes.

Governo do Rio de Janeiro

Produtores de leite das microbacias do Rio Paquequer e São Boa Ventura, em Sumidouro, que tiveram seus sistemas produtivos prejudicados pelas enchentes ocorridas em janeiro de 2011, receberão este ano da Pesagro-Rio, empresa vinculada à secretaria estadual de Agricultura, 240 toneladas de mudas de cana forrageira para alimentar seus rebanhos. 

Em troca, os cinco produtores beneficiados têm o compromisso de ceder 50% da produção da cana para outros que serão inseridos no programa nos próximos anos. 

A iniciativa, que visa aumentar a produção de leite do estado, através da melhor nutrição do rebanho, conta com o apoio do escritório local da Emater-Rio e da secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Segundo o pesquisador da Pesagro-Rio e coordenador do projeto custeado pela Faperj, Arivaldo Ribeiro Viana, o trabalho iniciado em 2012 com a implantação de cinco unidades de produção de mudas, ocupa uma área média individual de aproximadamente 0,7 hectares. 

Do total de mudas a serem distribuídas, 120 toneladas da variedade de cana RB 867515 deverão ser entregues entre outubro e novembro para plantio em outras áreas do município. Se houver excedentes na produção, as mudas poderão atender a municípios vizinhos também prejudicados pelas cheias de 2011. Essa quantidade de mudas permitirá a formação de mais 20 viveiros de 0,7 hectares cada com cana-de-açúcar de melhor qualidade nutricional, no próximo ano. 

A criação de vacas leiteiras é uma das opções para geração de renda desses agricultores, que exploram diversas atividades em suas propriedades. Durante a época de seca, as pastagens ficam escassas, impedindo a nutrição adequada dos animais. Consequentemente, a produção de leite é reduzida drasticamente e, em muitos casos, os produtores são obrigados a se desfazer dos animais por falta de alimentação alternativa. 

Devido à falta de tradição da cultura na Região Serrana, o uso da cana-de-açúcar como alimento alternativo para o rebanho no período seco ainda é pouco conhecido.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »