28/12/2012 às 13h38min - Atualizada em 28/12/2012 às 13h38min

Taxa de emprego nas indústrias de laticínios paulistas cresce 5,8% em 2012, diz Leite Brasil

Leite Brasil

De acordo com levantamento recente da Leite Brasil, associação nacional dos produtores de leite, as indústrias de laticínios paulistas registraram aumento de 5,8% na taxa de criação de empregos, de janeiro a outubro deste ano. Com o índice, se mantém à frente de outros setores relevantes da economia, como o de serviços, de comércio e da indústria de transformação que, no mesmo período, cresceram 4,2%, 3% e 2,9%, respectivamente.

O crescimento na geração de empregos mantém a boa média registrada no mesmo período em 2011, quando as indústrias de laticínios paulistas cresceram 11,5% se comparadas com outros segmentos mais amplos, como o de serviços (6%), comércio (5,3%) e indústria de transformação (1,5%).

Para Jorge Rubez, presidente da Leite Brasil, o sucesso das indústrias paulistas se dá por conta da tecnologia empregada na produção. “As indústrias de laticínios paulistas se tornaram as mais modernas do País e são assim, competitivas e ativas na economia, a partir de incentivos que recebem do Governo do Estado”, afirma.

Sobre a Leite Brasil
A Associação Brasileira dos Produtores de Leite – Leite Brasil – é uma entidade de classe de representação nacional dos produtores de leite, fundada em 1997, em São Paulo. Tem como objetivo defender institucionalmente os produtores nas esferas pública e privada, nacional e internacional, mediando conflitos e estabelecendo diretrizes que valorizem a atividade e o produto. As três principais bandeiras da organização são a defesa da renda do produtor de leite, a extinção do leite informal e a modernização das normas de produção.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »