29/09/2012 às 14h17min - Atualizada em 29/09/2012 às 14h17min

Produtores brasileiros de leite entregam abaixo assinado ao governo federal, diz Famasul

Famasul

No dia 28 de setembro, produtores de leite dos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Rio de Janeiro entregaram abaixo assinado com as principais reivindicações do setor para a Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que irá apresentar a lista ao governo federal. Mato Grosso do Sul liderou o movimento e entregou ao governo do Estado, as assinaturas de produtores e indústrias com a solicitação de medidas emergenciais. 

“Vamos dar mais peso ao setor, reforçando a necessidade de medidas mais substanciais. Precisamos de vontade política nacional para resolver a situação”, disse a secretária de Produção e Turismo de MS (Seprotur), Tereza Cristina, durante a Hora do Leite, evento coordenado pela Camara Setorial do Leite do Estado, pelo Conselho Paritário Produtores/Indústrias do Leite (Conseleite), Sindicato das Indústrias do Leite de Mato Grosso do Sul, Sindicato Rural de Campo Grande e Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul). “Nossa preocupação está no aumento das exportações e no alto custo de produção do leite no Estado”, aponta o diretor secretário da Famasul, Ruy Fachini.

O primeiro semestre de 2012 fechou com aumento de 520% na importação de lácteos. De 554 toneladas, o Estado alcançou 3.437 toneladas no acumulado de janeiro a junho de 2012. O Uruguai foi responsável por 65% do atendimento à demanda, seguido pela Argentina, com 33% do produtor comprado por MS. Em Mato Grosso do Sul, 80% do leite advém dos pequenos produtores, com produção diária de até 100 litros. São 18 mil do total de 24 mil existentes no Estado. “Vivemos uma estagnação da produção há 10 anos e precisamos de incentivos para segurar esse produtor no campo e dar subsídios para que ele possa desenvolver melhor sua atividade”, afirma Dário Alves, presidente do Conseleite.

A Hora do Leite, realizada na sede do Sindicato Rural de Campo Grande, contou ainda com a presença do presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado, Celso Ramos Regis, do superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária (SFA), Orlando Baez, e do superintendente do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), João Grandão.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »