26/07/2012 às 12h57min - Atualizada em 26/07/2012 às 12h57min

Sebrae e parceiros lançam PAS Leite no Distrito Federal

Sebrae

Produtores de leite, transportadores e indústrias de laticínios são o alvo de uma iniciativa nacional que deverá elevar o padrão de qualidade dos produtos que chegam à mesa dos brasileiros. O Programa Alimentos Seguros para a cadeia produtiva do leite (PAS Leite) será lançado nesta quarta-feira (25), às 14h30min, no auditório da sede do Sebrae, em Brasília. 

O PAS Leite é uma iniciativa da instituição, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), dos serviços nacionais de aprendizagem Rural (Senar) e Industrial (Senai) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa – Gado de Leite). 

A solução foi desenvolvida pelo Sebrae com o objetivo de aumentar a segurança e a melhoria da qualidade do leite produzido no país. A adesão ao programa deve ser feita, preferencialmente, pelas indústrias de laticínios e entidades representativas do segmento, que indicarão os produtores e transportadores que participarão das atividades teóricas e práticas. 

Mais que aprimorar a produção de leite e derivados, a solução oferece as condições adequadas para que os produtores e os laticínios atendam aos requisitos do mercado e da legislação nacional – Instrução Normativa nº 62 do Mapa. O leite produzido com a observância das Boas Práticas resulta num produto com qualidade superior e, portanto, com maior valor agregado, que possibilitará um ganho maior aos diversos elos da cadeia. 

De acordo com o gerente de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae, Enio Pinto, toda a cadeia produtiva e de consumo será beneficiada com as técnicas disseminadas pelo PAS Leite. “O consumidor terá acesso a leite e derivados seguros, de melhor qualidade e com maior durabilidade; o transportador evitará contaminação durante a coleta e o transporte; e a indústria aperfeiçoará processos por meio de boas práticas de fabricação”, explica. 

O PAS Leite está disponível para implantação em todo o território nacional. As indústrias, cooperativas, associações, grupos e ou produtores que tiverem interesse em aderir ao programa deverão entrar em contato com o Sebrae, Senar, Senai em seu estado ou com a Embrapa - Gado de Leite. Os produtores rurais e as micro e pequenas empresas interessadas na implantação do programa poderão ser apoiadas pelo Sebrae, por meio do Sebraetec (Serviços em Inovação e Tecnologia).

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »