05/01/2012 às 07h31min - Atualizada em 05/01/2012 às 07h31min

GO: nova medida vai garantir a qualidade do leite, diz Seagro

Governo de Goiás

Os produtores de leite de todo o País terão que se adequar as novas mudanças na legislação para o setor. A nova instrução normativa do Ministério da Agricultura prevê novos parâmetros para a contagem bacteriana total e contagem de células somáticas, cujo limite exigido passou de 750 mil/ml para 600 mil/ml. 

Segundo o Superintendente Executivo da Secretaria de Agricultura de Goiás, José Manoel Caixeta, a nova norma traz benefícios para o produtor, pois diminuiu a contagem de células somáticas exigidas por ml.

Além disso, explica Caixeta, sob o ponto de vista econômico faz com que o produtor busque atingir a melhor qualidade e assim ter maiores rendimentos. “Essas medidas também são estratégicas quanto ao controle sanitário, pois impedem que haja qualquer contato humano com o leite”, diz. 

Em nota, o Mapa afirma que a redução nos parâmetros ocorreu para atender as negociações feitas entre setor produtivo e Governo, e para que a norma fosse cumprida com eficiência e em sua totalidade. A medida garante a qualidade do leite e fecha as brechas para quem não quer cumprir o regulamento. A nova legislação começou a valer ontem para os produtores das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Já para os produtores das regiões Norte e Nordeste, a exigência passa a valer a partir de janeiro de 2013.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »