28/12/2011 às 16h58min - Atualizada em 28/12/2011 às 16h58min

Argentina: Empresas lácteas receberam aporte de 1 milhão de pesos

O consórcio formado pelas empresas lácteas argentinas Lácteos Tonutti, Lácteos LW, Gotte, Cotapa e Cremigal recebeu do governo federal um aporte de 1 milhão de pesos (US$ 233.726) para ativar o movimento exportador dos excedentes leiteiros.

O sub-secretário do setor leiteiro da Argentina, Arturo Videla disse que a ideia do aporte é que as pequenas e médias empresas de lácteos tenham uma maior participação no mercado de exportação e que o possam fazer por meio de projetos associativos. "Trouxemos um aporte de 1 milhão de pesos (US$ 233.802) com o objetivo de que esse consórcio exportador possa cumprir com as 200 toneladas de leite em pó em primeira instância e, depois, com 100 toneladas mensais".

"Nem tudo deve estar limitado ao leite em pó, porque há produtos de muito valor agregado, como os queijos, que têm diferentes mercados. De fato, há duas empresas que nos acompanharam na última missão comercial à China e puderam experimentar a demanda do mercado asiático", disse Videla.

Ele disse também que há outro aporte do Governo Federal da Argentina, de 370 mil pesos (US$ 86.478) não reintegráveis, que estarão designados aos laboratórios, com o fim de que incorporem tecnologia e façam reformas. "Todas as nossas políticas e definições com relação ao setor apontam a uma reforma estrutural na cadeia leiteira".

A reportagem é do Infocampo, traduzida e resumida pela Equipe MilkPoint.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »