18/09/2011 às 13h40min - Atualizada em 18/09/2011 às 13h40min

Importações de leite do Mercosul disparam

Importações de leite do Mercosul disparam

A disparada das importações brasileiras de produtos lácteos contribuiu para abalar a relação entre o país e seus parceiros no Mercosul. 

De janeiro a julho deste ano, o Brasil comprou 201 milhões de litros de leite só do Uruguai -aumento de 121% em relação ao mesmo período de 2010. O volume importado da Argentina é ainda maior, de 383 milhões de litros, com alta de 68%. 

Os dois países respondem por 90% das importações do setor, e os cálculos, do Cepea, consideram derivados. 

O câmbio é apontado como principal motivo para a enxurrada de leite dos vizinhos. Segundo Aline Ferro, pesquisadora do Cepea, em junho os produtos argentinos foram negociados a valores 50% abaixo dos itens brasileiros vendidos no atacado. 

Apesar da invasão do leite estrangeiro, os produtores brasileiros estão conseguindo manter os preços em patamares remuneradores, sustentados pela entressafra. 

A falta de comprador também ainda não é problema para o pecuarista local, por conta da demanda aquecida. 

Mas a situação preocupa, e representantes do setor se mobilizam para conter as importações. Segundo Rodrigo Alvim, da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária), procura-se evitar "surtos de importação". 

Em maio, terminou o acordo entre Brasil e Argentina que impunha um limite mensal para as importações brasileiras. O deputado federal Alceu Moreira (PMDB-RS) lidera uma campanha para manter a cota ou até baixar o volume, mas os argentinos querem aumentá-lo. 

Eles também reclamam da falta de limite para as importações do Uruguai, que ganhou mercado dos argentinas nas vendas ao Brasil. 

Na próxima semana, Moreira apresentará pedido de restrições às importações da Argentina e do Uruguai ao Ministério do Desenvolvimento. Caso não haja avanço, levará o debate para a Casa Civil.


Tatiana Freitas e Karla Domingues

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »