06/11/2010 às 10h41min - Atualizada em 06/11/2010 às 10h41min

Concurso de Produtos Lácteos premia os melhores produtos alagoanos

Ascom

Foi encerrado oficialmente no último sábado, as atividades do 13º Seminário para Produtores de Leite e Derivados de Alagoas (Proleite), com a premiação dos melhores produtos classificados em pelo menos 11 categorias do 6º Concurso de Produtos Lácteos. O Proleite aconteceu entre os dias 27 e 30 de outubro durante a 60ª Exposição Agropecuária e Derivados de Alagoas (Expoagro).

E o destaque deste ano foi para o laticínio Timbaúba, que levou a medalha de ouro com o iogurte natural orgânico adoçado, classificado como produto do ano. De acordo com Osmando Xavier, diretor do laticínio, esse produto está no mercado a quase três e já conquistou o paladar dos alagoanos. “Ficamos muito felizes com o reconhecimento. Todos que fazem a fazenda Timbaúba são merecedores dessa medalha”, destacou.

O laticínio Timbaúba, detentor da marca Mainha, que está instalado no município de Cacimbinhas a 175 km de Maceió, tem como diferencial oferecer produtos lácteos orgânicos e saudáveis. “O laticínio existe há seis anos e desde lá nossa meta é conseguir a satisfação dos consumidores, além de oferecer um produto diferenciado”, ressaltou Osmando Xavier.

Segundo Fabrício Colombo, assessor de tecnologia da direção regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial em Alagoas (Senai/AL), este ano quase 150 produtos foram inscritos. No ano passado, por exemplo, 84 produtos concorreram. “Este ano batemos o recorde de inscrições e de participação, tudo fruto de um trabalho desenvolvido em parceria com o Sebrae, cooperativas e associações em favor do fortalecimento do setor”, afirmou Colombo. 

O sucesso do seminário foi tão grande que o Senai/AL, Sebrae, Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) e Sindicato Rural dos Produtores de Leite de Alagoas (Sindileite) já vão começar a programar a edição do ano que vem. “Compreendemos a importância do processo de formação para os produtores e laticínios e principalmente a necessidade da assistência técnica. São em momentos como esses que avaliamos e projetamos ações para o setor”, reforçou o assessor de tecnologia.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »