29/08/2010 às 08h30min - Atualizada em 29/08/2010 às 08h30min

Potencialidades da agroindústria estão no Pavilhão da Agricultura Familiar da Expointer

Emater-RS

A degustação de bolachas, geleias, queijos e patês de peixe estão atraindo os visitantes para o espaço da Emater/RS-Ascar, no Pavilhão da Agricultura Familiar, onde estão sendo demonstrados, desde este sábado, os produtos elaborados nos mais de 40 cursos realizados nos Centros de Treinamentos coordenados pela instituição no estado. 

Segundo a coordenadora do espaço da Emater/RS-Ascar, Marli Bühler, o objetivo é demonstrar a qualidade dos cursos e as potencialidades de uso das matérias-primas existentes nas propriedades rurais. “Os produtos agroindustrializados e o artesanato podem ser utilizados pela família para o próprio consumo e ainda para compor sua renda”, salienta. 

Neste sábado, domingo e segunda-feira o Cetaj, de Não Me Toque, estará trazendo para a degustação bolachas de milho, linhaça, farelo de trigo e aveia. Na terça, quarta e quinta-feira o Cefas, de Caxias do Sul, oferecerá aos visitantes geleias feitas durante o curso de agroindústria vegetal. Sexta-feira, sábado e domingo o Cetam, de Montenegro, vai trazer doce de leite e queijos preparados no curso de laticínios industrial e de patês de peixes, provenientes do curso de processamento artesanal pescado. 

Também neste espaço, durante todos os dias, instrutoras do Cetat de Tupanciretã estarão demonstrando como se elaboram diferentes tipos de peças em lã ovina. “Nós queremos mostrar que o artesanato em lã é um resgate de uma atividade antiga e tradicional das famílias que usavam as peças e as vendiam como uma forma de incorporar renda”, avalia Marli. 

Também no Pavilhão da Agricultura Familiar, a Emater/RS-Ascar, em parceria com outras entidades, organiza 192 estandes que abrigam mais de 250 agroindústrias, que estão expondo e comercializando produtos agroindustrializados e artesanato.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »