20/06/2010 às 10h59min - Atualizada em 20/06/2010 às 10h59min

2ª Semana Internacional da Alimentação atrai público qualificado

Com o aquecimento da economia brasileira, a indústria voltou a investir e espera crescer em 2010. Nesse cenário a Brazil Trade Shows (BTS) promoveu a 2ª Semana Internacional da Alimentação, de 7 a 11 de junho, em São Paulo. O evento reuniu as duas maiores feiras para a indústria de alimentos da América Latina, Fispal Tecnologia e Fispal Food Service, além da TecnoSorvetes e do Espaço Café Brasil.

Juntas, as quatro feiras atraíram 5 mil expositores e ao menos 140 mil visitantes e compradores aos pavilhões do Anhembi e do Expo Center Norte. Este ano, o público foi mais qualificado e setorizado, segundo os próprios expositores. Este dado mostra que as feiras estão cada vez mais focadas nos segmentos da indústria de alimentos e bebidas.

Para Marco Antonio Mastrandonakis, presidente da BTS, o sucesso da segunda edição da Semana Internacional da Alimentação acompanha o desempenho da economia brasileira. “Os resultados positivos refletem o crescimento do consumo interno, levando-se em conta que o Brasil está na pauta dos grandes investidores globais”, comenta.

Só a indústria de máquinas e equipamentos deve investir R$ 8,7 bilhões neste ano (Abimaq) e o setor de alimentação fora do lar deve apresentar alta de 15% (ECD Consultoria). Pesquisa mostra que, até 2014, 83 milhões de brasileiros deverão comer fora de casa diariamente. A quantidade de dinheiro gasto por pessoa também deve aumentar de 25% para 40% do orçamento destinado à alimentação. Hoje, 60 milhões de brasileiros realizam suas refeições fora de casa, o que resulta em um faturamento do mercado de R$ 420 milhões por dia.

Palavra de expositor

Os participantes sentiram que de fato a indústria está retomando investimentos em equipamentos e na ampliação da capacidade de produção. Nesse sentido, as feiras foram palco para anúncios relevantes no mercado.

A gigante do setor de embalagens para envase Tetra Pak anunciou durante a Fispal Tecnologia que estuda ampliar sua fábrica no Paraná para atender o aumento de demanda por embalagens cartonadas.

Já a SIG Combibloc trouxe o seu CEO mundial Rolf Stangl para lançar o projeto Drink Plus, uma parceria com a Döhler – fabricante de ingredientes, e apresentar o projeto de construção de sua primeira fábrica no Brasil, que terá capacidade de fabricar 1 bilhão de embalagens ao ano. O investimento da empresa para a obra foi de 90 milhões de euros.

Na Fispal Food Service, os expositores aproveitaram para ampliar contatos, promover qualificação profissional e fechar negócios. A Ultragaz, patrocinadora oficial da feira, foi uma das empresas que concretizou negócios durante o evento. “O resultado de vendas foi muito bom, principalmente com pequenas e médias empresas”, conta Mary Stella Massumi, coordenadora de marketing da empresa.

No estante da Refrimate, a movimentação também gerou vendas. “Nós fechamos aproximadamente R$ 5 milhões em negócios. É a nossa sétima participação e já fechamos para 2011. Achei um ótimo ambiente, muito bem organizado”, revelou Gilmar Diefenthaler, presidente.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »