08/12/2013 às 16h11min - Atualizada em 08/12/2013 às 16h11min

Quantidade de mozzarellas de búfala adulteradas com leite de vaca pode subir no verão, alerta ABCB

Associação Brasileira de Criadores de Búfalos

Entre o fim da primavera e o inicio do verão começa o período de entressafra na produção de leite de bubalinos no país, devido a natural redução de nascimento de filhotes durante o período mais quente do ano. A Associação Brasileira de Criadores de Búfalos (ABCB), faz um alerta para que os consumidores fiquem mais atentos na hora de escolher os derivados que chegarão aos supermercados nos próximos meses, pois muitos produtores, para compensar o preço mais alto do litro de leite, misturam leite de vaca e substâncias branqueadoras à mozzarella de búfala, tirando do queijo suas principais características gastronômicas e enganando o consumidor, que acaba comprando gato por lebre.

A ABCB aconselha aos consumidores que procurem pelo Selo de Pureza 100% Búfalo nas embalagens de todos os produtos de origem de leite de búfalas presentes em mercados, supermercados e empórios sempre, mas com especial atenção entre os meses de novembro e março – período de menor disponibilidade de leite de búfalas no mercado e em que o preço do litro do leite sobe, constituindo assim uma cituação tentadora que leva alguns produtores a adulterar queijos de origem bubalina com leite de vaca. É o período me que muitas marcas fazem misturas sem informar ao consumidor, que perde em quantidade e qualidade de nutrientes.

Comprar produtos identificados pelo selo de cor verde da ABCB é a melhor forma de evitar ser induzido a levar mozzarellas de búfalas falsas ou adulteradas para casa. Há marcas do produto que chegam a conter até 80% de leite de vaca na composição. Para o consumidor, as vantagens da verdadeira mozzarella de búfala são muitas, como a certeza de levar mais proteína, mais vitaminas e menos colesterol para o prato da família. Estes são laticínios que possuem produtos com a certificação de pureza da ABCB: La Vera, Almeida Prado, Búfalo Dourado, Bom Destino, Tapuio, Natal, Estância Alambari e Búfalo do Oeste.

Sobre a ABCB
Fundada em 1960, a ABCB congrega hoje 80 associados de todo o território nacional. O objetivo da entidade é incentivar a bubalinocultura no Brasil, defendendo o interesse dos criadores de búfalos e promovendo a congregação de seus associados, nas atividades que tenham como finalidade o aprimoramento técnico-científico sobre a cultura de bubalinos e produção leiteira, expandindo o mercado do setor.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »