22/06/2013 às 12h17min - Atualizada em 22/06/2013 às 12h17min

Produtores de leite participam de capacitação em Santana do Livramento

Emater/RS

Com o tema “Melhoria e Qualidade do Leite”, produtores participaram de capacitação realizada na sede da Cooperativa Figueira, em Santana do Livramento. O curso faz parte do Programa Leite Gaúcho. 

Ao longo do dia, houve dinâmica de grupo com os produtores, com perguntas relacionadas à Instrução Normativa Mapa nº 62, de 29 de dezembro de 2011 e Portaria MAA nº 368, de 04 de setembro de 1997. Na sequência, as extensionistas da Emater/RS-Ascar Lisiane da Silva Schlick e Caroline Saldanha Campos trataram do tema Qualidade da Água nas Propriedades Rurais de Santana do Livramento. 

Já a zootecnista Laíse Har apresentou o Arranjo Produtivo Local do Leite e falou sobre a carência de medicamentos. O último assunto foi abordado pelo médico veterinário da Coptec Anderson Ribeiro que tratou sobre higiene e qualidade do leite, além das vacinas utilizadas no manejo sanitário em bovinos. 

Cerca de 30 produtores de leite da Cooperativa Figueira, Assentamento Nossa Senhora da Conceição e Esperança da Fronteira participaram da capacitação, que teve organização da Emater/RS-Ascar, Arranjo Produtivo Local do Leite, Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cooperativa de Prestação de Serviços Técnicos (Coptec) e Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR). 

Programa Leite Gaúcho 
O Programa Leite Gaúcho é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e tem como principal objetivo aumentar e melhorar a qualidade do leite produzido nos estabelecimentos rurais do Rio Grande do Sul. Dessa forma, visa aumentar a renda dos agricultores de base familiar através de ações como capacitação, assistência técnica e extensão rural, monitoramento da produção e acesso a crédito subsidiado, entre outras. 

O público atendido pelo Programa é constituído por agricultores familiares, quilombolas, assentados da reforma agrária e do crédito fundiário, pecuaristas familiares e pessoas em situação de pobreza extrema no meio rural. O Programa Leite Gaúcho tem como meta inicial, para quatro anos, aumentar 40% a produção leiteira nas propriedades rurais beneficiárias.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »