30/04/2011 às 07h27min - Atualizada em 30/04/2011 às 07h27min

Custos de produção sobem quase 5% em março

MILKPOINT

Em março de 2011 o ICPLeite/Embrapa foi 165,87 ante 158,04 em fevereiro de 2011, ocorrendo uma variação positiva de 4,95%. 

Nota-se que os insumos que compõem o grupo Qualidade do leite foram os que apresentaram maior variação, de 11,24%, seguido dos grupos Mão de obra, com 6,42% e Concentrado, com 5,93%. 

No entanto, é importante salientar que os grupos Concentrado e Mão de obra foram os que causaram maior impacto no calculo do ICPLeite/Embrapa devido a importância destes grupos no processo de ponderação do índice.
A elevação ocorrida no grupo Qualidade do leite foi influenciada pela variação dos preços de detergentes utilizados para limpeza da ordenhadeira mecânica e tanques para armazenagem do leite. No grupo Concentrado a alta foi devido ao aumento nos preços dos componentes da ração, principalmente milho e farelo de trigo. No grupo Sal mineral a alta foi influenciada pelo preço do sal comum e no grupo Reprodução devido à valorização no preço do sêmen. A variação no grupo Produção e compra de volumosos ocorreu, principalmente, devido a variações nos preços dos insumos utilizados para produção de silagem e manutenção de canaviais e pastagens. Em Sanidade, a alta foi devido a variação nos preços de vacinas e alguns medicamentos de uso veterinário. O grupo Energia e combustível apresentou variação em consequência do realinhamento de preços que tem ocorrido com a gasolina, álcool e diesel.

Variação do ICPLeite/Embrapa nos três primeiros meses de 2011

O ICPLeite/Embrapa acumulado nos três primeiros meses de 2011 apresentou variação positiva de 9,45%. Neste período sete grupos apresentaram alta: Concentrado, com taxa de 12,61%; Qualidade do leite, 11,24%; Sal mineral, 8,90%; Mão de obra, 7,07%; Produção e compra de volumosos, 6,04%; Sanidade, 2,34%; e Energia e Combustível, 1,65%. O único grupo a apresentar deflação foi Reprodução, de 0,31%.

Variação do ICPLeite/Embrapa nos últimos 12 meses

Nos últimos 12 meses, o ICPLeite/Embrapa teve aumento de 14,40%. É possível notar que o conjunto de itens relacionados a alimentação do rebanho foram os que apresentaram maior variação: o grupo Sal mineral com mais de 31%; Concentrado, 16%; e Produção e compra de volumosos, 14%.

A alta verificada nos insumos que formam o grupo Sal mineral ocorreu principalmente nos ingredientes utilizados como fonte de fósforo. No grupo Concentrado foi devido ao aumento nos preços dos principais ingredientes da ração bovina, principalmente milho e soja, e no grupo Produção e compra de volumosos a alta foi devido ao aumento nos preços de adubos e insumos utilizados para produção silagem e manutenção de canaviais e pastagens. No grupo Qualidade do leite a alta ocorreu devido ao aumento no preço dos detergentes. No grupo Mão de obra, o aumento foi conseqüência do reajuste do salário mínimo. Observa-se que também ocorreram altas nos grupos Sanidade, em consequência de variações nos preços de medicamentos e vacinas de uso veterinário, e Reprodução, devido à valorização dos sêmens.

Neste período, apenas o grupo Energia e Combustível apresentou deflação, de 0,05%.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »