01/08/2010 às 07h44min - Atualizada em 01/08/2010 às 07h44min

Inauguração e ampliação de indústrias injetam ânimo no setor de Laticínios alagoense

Agência Alagoas

O mes de Julho foi motivo de comemoração para o setor industrial em Alagoas. Trata-se da inauguração da Fábrica Bona Sorte, empresa do setor de laticínios, e da ampliação da capacidade produtiva da Valedourado, ambas situadas na cidade de Palmeira dos Índios.

Juntas, as empresas representam um investimento de R$ 13 milhões e geração de 530 empregos diretos. A cerimônia, que contará com a presença do governador Teotonio Vilela Filho.

A Indústria Bona Sorte, fabricante de laticínios como iogurtes, coalhadas, queijos e requeijão, foi construída numa área de 2.500 m² e possui capacidade de produção de 100 mil litros por dia.

A empresa, que conta com equipamentos de última geração, fortalece ainda mais a Cadeia Produtiva do Leite e Derivados (CPLD). A Bona Sorte é também mais uma beneficiária do Programa de Desenvolvimento Integrado – Prodesin - tendo recebido os incentivos fiscal e creditício do Estado de Alagoas, política de desenvolvimento realizada pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística (Sedec).

Já a Valedourado, o segundo local visitado na programação, está ampliando a sua capacidade produtiva com instalação de novas máquinas e a construção de um novo galpão. Com a ampliação da fábrica e a aquisição de uma câmara frigorífica, a captação de leite, que atualmente é de 1.200 litros por mês, passará para dois mil litros até o final deste ano.

Para o secretário do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes, além do empenho do governo do Estado em atrair novos empreendimentos, especialmente, do setor plástico-químico, o Estado articula ações para fortalecer a bacia leiteira e toda a cadeia produtiva, já que se trata do segundo maior segmento do agronegócio em Alagoas.

“Graças ao empenho de todos os técnicos das secretarias e das instituições, empresários e produtores de leite, conseguimos o apoio de importantes instituições nacionais como o Sebrae Nacional para investimento na Cadeia Produtiva de Leite e Derivados, o que representa a consolidação do setor alagoano”, enfatiza o secretário

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »