01/08/2010 às 07h33min - Atualizada em 01/08/2010 às 07h33min

Lei garante calçamento a produtor de leite de Colorado

Emater/RS

Faça chuva ou sol. Sempre é tempo bom para tirar leite em Colorado. A partir de uma lei municipal diversas propriedades rurais estão se valendo do auxílio das máquinas da prefeitura para fazer a terraplenagem e o calçamento nas mangueiras e ao redor das salas onde as vacas são ordenhadas. 

Para o técnico agrícola da Emater/RS-Ascar, Jair Ross, é o fim de uma rotina que submetia os produtores e os animais ao contato diário com o lodo e o desconforto. "O calçamento reduz o contato com o barro e umidade, fatores que comprometem a sanidade e a higiene e aumentam os custos para produzir leite", disse Ross. 

Cabe à Emater/RS-Ascar e Secretaria Municipal de Agricultura divulgar e acompanhar o trabalho realizado em propriedades como a da família Barili, da localidade de Vista Alegre, a primeira a ser beneficiada pelo Programa de Incentivo à Produção Primária, garantido através da lei municipal Nº 739 de janeiro de 2008. A família Barili, como todas as outras beneficiadas pelo programa, se responsabilizou pela compra das pedras e pela mão-de-obra. Eles contrataram um profissional para assentar as pedras e fixar o cordão lateral da área calçada.

Lei
Criada em 10 de janeiro de 2008, a lei Nº 739, instituiu o Programa de Incentivo à Produção Primária, visando a estimular o setor agropecuário através da prestação de serviços aos produtores rurais de Colorado. 

A produção de leite tem prioridade sobre a suinocultura, piscicultura, construção de reservatórios e outras atividades rurais. O produtor pode utilizar, sem custos, as máquinas da prefeitura por dez horas para construir, reformar e limpar benfeitorias rurais que tenham licenciamento ambiental.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »