22/03/2010 às 09h05min - Atualizada em 22/03/2010 às 09h05min

Embrapa Gado de Leite vai integrar Comissão Permanente em Resíduos e Contaminantes da

Embrapa Gado de Leite

Marcelo Bonnet, pesquisador da Embrapa Gado de Leite foi indicado para integrar a Comissão Permanente em Resíduos e Contaminantes da Federação Internacional de Laticínios (FIL). A comissão vai trabalhar prioritariamente na análise quanto ao risco de resíduos e contaminantes em leite e derivados no âmbito local, nacional e internacional. 

“A indicação é fruto de um longo trabalho da Embrapa Gado de Leite junto a instituições internacionais, empresas e laboratórios de referência mundial no setor leiteiro, cujos coordenadores viram no Brasil um importante parceiro para o desenvolvimento de diversos processos no ramo”, diz Bonnet.

Segundo o pesquisador, a indicação vai proporcionar à Embrapa Gado de Leite a construção de uma estratégia junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento sem precedentes para o País no assunto, que é bastante sensível para o agronegócio nacional. “O trabalho a ser realizado no setor leiteiro pode servir de exemplo para outras cadeias alimentares por ser o leite um modelo robusto e abrangente para se trabalhar”, afirmou.

A International Dairy Federation (FIL, em português) foi criada há mais de 100 anos por instituições de diferentes nações, inicialmente da Europa. Está presente em 41 países, entre eles os responsáveis por cerca de 75% da produção mundial de leite. No Brasil, pretende-se que a entidade sirva de elo com organizações representativas da cadeia produtiva do leite em todo o mundo e coloque o país no mesmo patamar dos maiores produtores mundiais de leite. 

Trata-se de uma entidade que funciona como fórum de discussões, normatização de análises e padronização de produtos lácteos. Dentre as atividades da FIL constam a organização de eventos e criação de canais para ampliar e agilizar o diálogo e a troca de informações e experiências sobre o setor leiteiro internacional, além de participação em órgãos relacionados à segurança alimentar, OMS e FAO.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »